BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Artigos

Confira o último artigo cadastrado:


06/08/2007 - DIRIGENTE SINDICAL, ESTABILIDADE CONST...

em risco. 03/08/2007.

Por: Hélio Stefani Gherardi*

O egrégio Tribunal Superior do Trabalho e alguns Tribunais Regionais do Trabalho, estes seguindo o exemplo do primeiro, na contramão da democracia e da liberdade sindical, vêm entendendo que o membro do Conselho Fiscal de entidades sindicais, por não ter um cargo diretivo, não tem seu mandato abrangido pela estabilidade sindical provisória; bem como vem restringindo, paulatinamente o número de dirigentes com a garantia provisória constitucional.

Assim, no processo n˚ 00570. 2005.005.19.00.0, do Tribunal Regional do Trabalho da Décima Nona Região, Alagoas, o MM. Juiz Relator JOÃO BATISTA, assim se manifestou:

“O art. 522 da CLT somente contempla com a estabilidade provisória os órgãos de direção sindical, o que não é o caso do conselho fiscal, o qual apenas integra a estrutura formal da administração sindical, sem dispor de voto deliberativo nas decisões da diretoria. O C. TST, através das Seções de Dissídios Individuais I e II possui a seguinte posição acerca da matéria.

"EMBARGOS RECURSO DE REVISTA CONHECIDO, POR DIVERGÊNCIA, E DESPROVIDO. ESTABILIDADE PROVISÓRIA PARA MEMBRO DE CONSELHO FISCAL. ART. 8º, VIII, DA CONSTITUIÇÃO. ART. 543, § 3º, DA CLT. Os membros do conselho fiscal de sindicato não gozam de imunidade sindical (estabilidade provisória de emprego), pois apenas fiscalizam a gestão financeira, não sendo responsáveis pela atuação política...." (TST ERR 52/1999-066-15-40.4. Subseção de Dissídios Individuais I. Relator Min. Maria Cristina Irigoyen Peduzzi. DJU de 01.10.04). "MEMBRO DO CONSELHO FISCAL DE SINDICATO. ESTABILIDADE. O membro do conselho fiscal de sindicato não detém os mesmos privilégios assegurados aos dirigentes sindicais, assim entendidos seus diretores, pois a diferenciação entre estes e aqueles é estabelecida pela própria CLT quando individualiza as funções e a competência limitando textualmente a atuação do conselho fiscal a 'fiscalização da gestão financeira' (art. 522, § 2º), atribuição diversa da diretoria do sindicato prevista em outro dispositivo. Recurso provido, (art. 522, § 3º)." (TST ROAR 718676/2000. Subseção de Dissídios Individuais II. Relator Juiz Convocado Horácio R. de Senna Pires. DJU de 01.06.01). Logo, tenho que o reclamante não satisfez os requisitos indispensáveis à aquisição da estabilidade sindical vindicada. PELO IMPROVIMENTO DO RECURSO ORDINÁRIO” ACORDAM os Juízes do Tribunal Regional do Trabalho da Décima Nona Região, por maioria, negar provimento ao recurso, contra os votos dos Exmºs Srs. Juízes João Leite e Severino Rodrigues, que lhe davam provimento para, reformando a sentença, declarar a nulidade da rescisão contratual do reclamante e, em conseqüência, condenar a demandada a reintegrá-lo no emprego e pagar-lhe os salários vencidos, a partir do afastamento. Em relação aos vincendos, decorrerão naturalmente do ato de reintegração. O Exmº Sr. Juiz Severino Rodrigues reconsiderou o voto proferido anteriormente. O Exmº Sr. Juiz João Leite pediu justificativa de voto.”

No processo n˚ TST-E-RR-594.047/99.4, do Tribunal Superior do Trabalho, o MM. Ministro Relator Designado MILTON DE MOURA FRANÇA, assim se manifestou:

“CONSELHEIRO FISCAL INEXISTÊNCIA DO DIREITO À ESTABILIDADE PROVISÓRIA INTELIGÊNCIA DO ART. 8º, VIII, DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL E DOS ARTS. 522, § 2º, E 543, § 3º, AMBOS DA CLT. O artigo 543, da CLT, que assegura estabilidade provisória aos dirigentes sindicais, não abrange o membro de Conselho Fiscal. O § 2º do art. 522 da CLT, igualmente afasta a pretendida estabilidade, ao dispor que: a competência do conselho fiscal é limitada à fiscalização da gestão financeira do sindicato, na medida em que apenas define a competência do Conselho Fiscal, quanto à fiscalização da gestão financeira do sindicato, situação que não se identifica, em absoluto, com a do § 3º do art. 543 da CLT. No mesmo sentido é o art. 8º, VIII, da Constituição Federal, que trata da estabilidade do empregado sindicalizado a partir do registro da sua candidatura a cargo de direção e representação sindical, situação jurídica essa inconfundível com a de membro do Conselho Fiscal, cuja competência ou atribuição se limita a fiscalizar a gestão financeira do sindicato, e não a atuar na defesa direta dos interesses da categoria profissional.”

No processo n˚ 1187/2006, da 25ª. Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, o MM. Juiz ANTONIO PAES ARAUJO, negou o pedido de estabilidade de dirigente da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Telecomunicações e Operadores de Mesas Telefônicas.

Justificou a negativa assinalando que no Estado já existia um Sindicato da categoria, razão pela qual era desnecessária a Federação; bem como que o limite para estabilidade é de sete diretores e que o reclamante era suplente de diretoria.

Recorrendo ordinariamente o reclamante, surpreendentemente, o Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região, negou provimento ao recurso ordinário, afirmando o MM. Desembargador Federal JOSÉ CARLOS NOVIS CESAR que o artigo 538 Consolidado limita a: “... três membros da diretoria a estabilidade sindical, três membros do conselho fiscal e igual quantidade de suplentes (posicionamento coerente com o firmado na OJ-SDI-I-TST 206)...”.

O reclamante ingressou com Embargos de Declaração – que ainda aguardam julgamento -, destacando que o artigo 538 Consolidado, ao contrário não limita a três, mas sim que este é o número mínimo e não máximo; assim como que a citada Orientação Jurisprudencial do C. TST, faz menção a horas extras de professor, não se referindo a dirigente sindical.

No processo n˚ TST-E-RR-2/2005-003-08-00.7, do Tribunal Superior do Trabalho, o MM. Ministro Relator CARLOS ALBERTO REIS DE PAULA, assim se manifestou:

“Tendo em vista que toda modalidade de estabilidade provisória constitui uma exceção ao princípio geral do poder potestativo do empregador de rescindir o contrato sem justa causa, sua interpretação e aplicação devem sempre dar-se de forma restritiva, conforme consagra a Hermenêutica Jurídica. Logo, havendo o artigo 522, caput, da CLT previsto a existência de, no máximo, sete diretores do sindicato, deve-se compreender nesse limite, para fim de estabilidade provisória, tanto os membros efetivos quanto os suplentes. Finalmente, sendo o Reclamante o sétimo suplente da diretoria, correto o v. acórdão recorrido ao concluir pela possibilidade de sua dispensa sem justa causa.”

Tal comportamento vem, infelizmente, em total contrariedade aos dispositivos constitucionais e da legislação ordinária.

A estabilidade sindical, figura dentro do ordenamento jurídico, na Carta Magna, em seu artigo 8º, inciso VIII e no Diploma Legal Consolidado, em seus artigos 492 “usque” 500 e 543, sendo este muito claro no concernente à garantia no emprego.

Ora, em momento algum a Constituição Federal e o Diploma Legal Consolidado, possibilitam a demissão de dirigente sindical exceto se for cometida falta grave quando então há a obrigatoriedade de ajuizamento de inquérito judicial na Justiça do Trabalho, por parte da empresa (arts. 494 e 495 da C.L.T.).

A Constituição Federal é cristalina ao estabelecer em seu artigo 8˚, “caput” e incisos III, VI e VIII, que:

“Art. 8º. É livre a associação profissional ou sindical, observado o seguinte:

I - . . .;

II - . . .;

III - ao sindicato cabe a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, inclusive em questões judiciais ou administrativas;

IV - . . .;

V - . . .;

VI - é obrigatória a participação dos sindicatos nas negociações coletivas de trabalho;

VII - . . .;

VIII - é vedada a dispensa do empregado sindicalizado a partir do registro da candidatura a cargo de direção ou representação sindical e, se eleito, ainda que suplente, até um ano após o final do mandato, salvo se cometer falta grave nos termos da lei.

Constata-se, pois, que a Carta Magna veda a dispensa do empregado sindicalizado a partir do registro da candidatura a cargo de direção ou representação sindical; ou seja, não cinge a legislação da forma assinalada nas R. Decisões apontadas".

Não seria crível, inclusive, que apenas parte de uma diretoria e não todos os componentes tivessem a estabilidade provisória e outros não, violar-se-ia, então, o princípio de isonomia consagrado no artigo 5º, “caput”, da Carta Magna.

São cristalinas as assinalações da Norma Consolidada, destacando que o Conselho Fiscal faz parte da administração, uma vez que “e”, nada mais é do que uma conjunção aditiva, ou seja, não separa, mas sim adiciona, não podendo o Conselho Fiscal ser diferenciado da administração, pois faz parte integrante desta, sendo inclusive eleito juntamente, na mesma chapa.

Por outro lado, os artigos: 522 “caput” e parágrafos, 532 “caput” e parágrafos, 538 “caput”, alíneas e parágrafos e 543 “caput” e parágrafos, da Consolidação das Leis do Trabalho disciplinam sobre a administração das entidades sindicais, garantem a estabilidade do dirigente e assinalam com todas as letras e tintas tratar-se o Conselho Fiscal de cargo de direção, uma vez que decorre de eleição prevista em lei.

Destaquem-se as assinalações referidas no concernente ao citado artigo 8˚ Constitucional, nos incisos: “III” que determina caber ao sindicato a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, inclusive em questões judiciais ou administrativas e “VI” em que é obrigatória a participação dos sindicatos nas negociações coletivas de trabalho.

Como restringir uma diretoria que além da própria razão de ser da existência de uma determinada entidade sindical, tem a obrigatoriedade legal de representar e defender a respectiva categoria, individual e coletivamente, administrativa e judicialmente.

No processo n˚ 00043-2006-035-03-00-6-RO, do Tribunal Regional do Trabalho da Terceira Região/MG, a MM. Juíza Relatora DEOCLÉCIA AMORELLI DIAS, reconhecendo a estabilidade sindical de 20 (vinte) integrantes de uma determinada entidade sindical, assim se manifestou:



“À falta de patamar específico alcançando a Diretoria dos entes federativos e confederativos, já que o art. 538/CLT, no parágrafo 1º, trata apenas de seu mínimo de membros, aplica-se-lhe o teor do art. 522/CLT, sobretudo ao se considerar que o número máximo de integrantes do Conselho Fiscal é o mesmo em ambos os dispositivos de lei. Se não há justificativas para ampliação deste, tampouco se encontram razões para majoração daquela (Diretoria). O direito à estabilidade provisória não guarda correlação com o "tamanho" do órgão de classe; serve para refrear retaliações a membros expoentes, atributo que, em toda em qualquer organização humana, de que porte seja, não ultrapassa o número das unidades. Assim, são protegidos à dispensa inopinada 20 (vinte) integrantes da entidade sindical de qualquer grau, entre titulares e suplentes, 14 (quatorze) membros da Diretoria e 6 (seis) do Conselho Fiscal.”

Este entendimento, evidentemente, é bem mais condizente, não só no atinente à própria legislação, como também em relação a real e concreta necessidade das próprias entidades para a execução das funções para as quais os dirigentes sindicais foram eleitos.

Ocorre, porém, que cada caso é um caso, havendo em nosso país, entidades sindicais com jurisdição municipal, com jurisdição estadual e com jurisdição nacional, sendo que a Carta Magna não limita o número máximo de componentes de uma determinada diretoria.

O combativo Senador PAULO PAIM, apresentou o Projeto de Lei n˚ 177, de 2007, que dá nova redação ao § 3˚, do artigo 543 da CLT, assinalando:

“§ 3˚ - Fica vedada a dispensa do empregado sindicalizado ou associado, a partir do momento do registro de sua candidatura a cargo de direção ou membro do Conselho Fiscal ou representação de entidade sindical ou de associação profissional, até 1 (um) ano após o final do seu mandato, caso seja eleito, inclusive como suplente, salvo se cometer falta grave devidamente apurada nos termos desta Consolidação.”

Encontra-se o citado Projeto na Douta Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal, com minuta de parecer favorável, elaborada pelo Senador José Nery (PSol/PA).

O movimento sindical não pode se omitir neste momento em que, sua própria razão de ser, sua existência de atuação quantitativa para a efetiva representatividade da respectiva categoria, suas atividades específicas e sociais, estão sendo amordaçadas pelo Poder Judiciário, tendo a possibilidade do restabelecimento de suas prerrogativas constitucionais, através da defesa intransigente ao Projeto de Lei n˚ 177, de 2007, do ínclito Senador Paulo Paim (PT/RS).

Hélio Stefani Gherardi é advogado sindical há mais de 33 anos, na qualidade de assessor de diretoria para vários sindicatos, federações e confederações de Trabalhadores, sendo consultor técnico do DIAP, desde a sua fundação. Advogado militante em Brasília e São Paulo, Pós-graduado em Direito Constitucional Processual na Unisantos e Mestrando na Universidade Metropolitana de Santos - Unimes.

Fonte: DIAP
 Outras Artigos

24/09/2015 - O MESMO FISIOLOGISMO DE SEMPRE

18/09/2015 - O ÚLTIMO ATO

10/09/2015 - DILMA TEME O POVO

06/05/2015 - OKAMOTO TENTA LIVRAR A CARA DO LULLA COMO INTERMEDIÁRIO DO BNDES

04/05/2015 - A PERIGOSA ALIANÇA ENTRE A INGOVERNABILIDADE E O IMPEACHMENT

17/10/2014 - ELEIÇÕES

08/10/2014 - AÉCIO PODE COMPRAR O PALETÓ DA POSSE

03/10/2014 - UM PAÍS DE ACOMODADOS

18/09/2014 - O ABRAÇO DE LULA À CAVERNA DO ALI BABÁ

02/03/2014 - AS DISTORÇÕES IMORAIS NA TERRA DOS MARAJÁS

28/02/2014 - NADA MAIS IRÁ NOS ESCANDALIZAR

28/02/2014 - UM DIA TRISTE PARA A JUSTIÇA

28/02/2014 - BRASILEIRO NÃO REAGE E DILMA TENTA IMPEDIR VIAGEM AO EXTERIOR

19/06/2013 - A NOSSA LIBERDADE

15/06/2013 - RETIRAR PODER DE INVESTIGAÇÃO DO MP É O MESMO QUE BENEFICIAR INVESTIGADOS

10/06/2013 - SÃO PAULO ESTÁ PARANDO OU JÁ PAROU

10/06/2013 - GABRIELLI DEIXOU O CAMPO MINADO POR CONTRATOS QUE CHEIRAM MAL NA PETROBRAS

31/05/2013 - CRESCIMENTO MEDÍOCRE AMEAÇA CLASSE C E DESEMPENHO ELEITORAL DO PT EM 2014

29/05/2013 - FHC CHAMA PRÁTICAS POLÍTICAS DO BRASIL DE 'ERRADAS E ' DEFORMADAS'

02/05/2013 - BARBÁRIE E CIVILIZAÇÃO

01/05/2013 - RENOVAÇÃO, DEPURAÇÃO E EXPURGO, OU STALIN E LULA

30/03/2013 - OS EFEITOS DE TANTAS VIAGENS

24/02/2013 - MÁFIA DE TUDO QUANTO É LUGAR

15/01/2013 - 2013: ANO COM FORTE RISCO DE FLEXIBILIZAÇÃO DE DIREITOS

08/09/2012 - A CASQUINHA DE SORVETE

16/08/2012 - MERCOSUL: A OPÇÃO PELO ATRASO

30/07/2012 - O CÔMICO E O GROTESCO NA CRÔNICA DO MENSALÃO

05/10/2011 - A NEGOCIAÇÃO SEMPRE É BEM VINDA

06/09/2011 - A JUSTIÇA AINDA TEIMA EM FUNCIONAR EM UM ÚNICO TURNO

06/09/2011 - O SUBMUNDO DO GOVERNO

06/09/2011 - A PIOR ESCOLHA DE LULA

18/08/2011 - SOBRAM VAGAS NO MAUSOLÉU DOS CORRUPTOS

18/08/2011 - O NOME DA DOENÇA QUE ASSOLA O BRASIL É LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA

27/06/2011 - SEGREDO DE PAULO RENATO ATINGE O PSDB

31/03/2011 - CARTA A UM DESEMPREGADO

06/11/2010 - LULA RESSUCISCITA A CPMF PARA VINGAR-SE DOS QUE SEPULTARAM O SONHO DO TERCEIRO MANDATO

08/06/2010 - A ERA DA BOÇALIDADE

30/03/2010 - EIS O PT DE VOLTA À SUA NATUREZA. O PARTIDO TEM SEUS OBJETIVOS, E A SOCIEDADE QUE SE DANE!

22/03/2010 - SHALOM, LULA

15/03/2010 - O DESPERTAR DO DITADOR

10/03/2010 - PREVIDÊNCIA PRIVADA E O FUTURO DOS FILHOS

08/02/2010 - O COMEÇO DO FIM DO MUNDO

07/01/2010 - ESTRELA CADENTE

06/09/2009 - ACERTEI NO MILHAR

22/08/2009 - RENDIÇÃO À BARGANHA

19/08/2009 - REFLEXÕES SOBRE O FATOR MARINA DA SILVA

18/08/2009 - O DÍZIMO DO TRÁFICO

01/08/2009 - SARNEY ESTÁ PRESTES A RENUNCIAR AO CARGO

28/07/2009 - UMA "COLOCAÇÃO" NO SENADO

24/07/2009 - O GRANDE ENCONTRO

06/07/2009 - A CASA DA MÃE JOANA

15/06/2009 - SENADO FEDERAL

09/06/2009 - O SALÁRIO MÍNIMO E A EMENDA PAIM

08/06/2009 - O MINISTRO CHAPADO

08/06/2009 - A ORIGEM DA DESIGUALDADE

19/05/2009 - A MORAL DE DELÚBIO

19/05/2009 - MUDAR PARA FICAR IGUAL

27/03/2009 - A CASA DA MÃE JOANA

26/03/2009 - O CONSUMIDOR E O CAPITALISMO SELVAGEM

20/03/2009 - A CAPITALIZAÇÃO DE JUROS NOS CONTRATOS BANCÁRIOS

12/03/2009 - CAUÇÃO NA SAÚDE PÚBLICA

09/03/2009 - DÁ PARA GUARDAR ESSE SEGREDO?

27/02/2009 - O CONTROLE DO SISTEMA FINANCEIRO

23/02/2009 - SOB O DOMÍNIO DE TRAVIS

16/02/2009 - MOEDA

23/01/2009 - TRIBUNAL S/A

22/01/2009 - PEDÁGIO OU INJUSTIÇA?

07/01/2009 - RESGATANDO A DIGNIDADE NA PREVIDÊNCIA SOCIAL

27/12/2008 - POR CULPA DA JUSTIÇA MOROSA

20/12/2008 - MISTERIOSO CARTÃO DE NATAL

17/12/2008 - JUDICIÁRIO ENXOVALHADO

15/12/2008 - AS MAZELAS DA CORRUPÇÃO

11/12/2008 - O CONTÁGIO DA CORRUPÇÃO

06/12/2008 - ELES NÃO AMAM A VIDA

06/12/2008 - RESPEITO

05/12/2008 - SOBRE O QUE É MUTÁVEL

05/12/2008 - ERROS DIVERSOS E CONSTANTES

04/12/2008 - QUEM É IDOSO?

04/12/2008 - BANCOS QUEBRANDO

13/11/2008 - ÉTICA: UMA NECESSIDADE

13/11/2008 - ESTÍMULO À FRAUDE

08/11/2008 - A CRISE FINANCEIRA GLOBAL E O ESTADO BRASILEIRO

08/11/2008 - ENFIM, A BOLHA EXPLODIU...

03/11/2008 - VOCÊ RESPONDE OU REAGE...

27/10/2008 - VOCÊ UTILIZA A TÉCNICA DA RECOMENDAÇÃO...

27/10/2008 - CONVENÇÃO 158 DA OIT E A PERDA DO EMPREGO

27/10/2008 - CUIDADOS EXTRAS NA AQUISIÇÃO DE IMÓVEIS

21/10/2008 - ENTREGUE TUDO O QUE VENDE...

18/10/2008 - ATEUS BATEM NA PORTA DAS RELIGIÕES, POR LEONARDO BOFF*

18/10/2008 - MODERADORES DE APETITE

18/10/2008 - A ÚLTIMA AULA, POR VOLNEI CARLIN*

18/10/2008 - A RESCISÃO DOS CONTRATOS

18/10/2008 - CHANCE DE SER FELIZ

18/10/2008 - A EVOLUÇÃO DO DIREITO AO SILÊNCIO

29/09/2008 - CUIDADO COM SEU VOTO!

29/09/2008 - O IMPENSÁVEL ACONTECEU

17/09/2008 - "NUNCA ANTES..."

17/09/2008 - SAIBA TUDO SOBRE SEU NEGÓCIO

29/08/2008 - A LUTA DOS CORTADORES DE CANA

29/08/2008 - TEMPERAMENTO DE REBANHO

29/08/2008 - DANTAS, O ABORRECIDO

29/08/2008 - II PARTE: PORQUE NÃO SOMOS BONS OUVINTES...

26/08/2008 - A FOME NOS TEMPOS DAS SUPERSAFRAS

25/08/2008 - I PARTE: PORQUE NÃO SOMOS BONS OUVINTES...

18/08/2008 - JULGAR PELA LIBERDADE, PUNIR PELA NATUREZA

16/08/2008 - A CONSTRUÇÃO DA LIBERDADE

09/08/2008 - BARRADAS NO BAILE, OU ÓDIO ÀS GORDAS

08/08/2008 - CONJUNTURA ECONÔMICA DESAFIA NEGOCIA COLETIVA

06/08/2008 - SALÁRIO PARA PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA:

27/07/2008 - O FIO DA NAVALHA

27/07/2008 - ELES QUEREM SEU SANGUE

24/07/2008 - EU SOU A BRITNEY SPEARS!

22/07/2008 - ERRO MÉDICO E JUSTIÇA

21/07/2008 - OUVIR É MAIOR VIRTUDE DAS RELAÇÕES HUMANAS

21/07/2008 - POR TRÁS DA OPERAÇÃO-ABAFA

21/07/2008 - AS RUAS, O PALÁCIO E O PALANQUE

21/07/2008 - REFORMA TRABALHISTA, SIM. MAS QUAL?

20/07/2008 - UM PAÍS CORRUPTO. COMO OUTROS

17/07/2008 - NASSIF, O BANANA

16/07/2008 - E TUDO CONTINUA IGUAL

15/07/2008 - RETROCESSO NA EDUCAÇÃO

14/07/2008 - DANIEL DANTAS, O SÍMBOLO DA PRIVATARIA

09/07/2008 - COISAS QUE INCOMODAM

08/07/2008 - TRABALHADOR ESTÁ A FIM DE LUTA

29/06/2008 - O MERCADO DA EDUCAÇÃO

28/06/2008 - O CIMENTO DA TRAGÉDIA

28/06/2008 - O FLANELINHA DOS ARES

27/06/2008 - PREVIDÊNCIA, O STF E UM NOVO ROMBO

27/06/2008 - DUAS PAISAGENS

27/06/2008 - A "WALMARTIZAÇÃO" DO TRABALHADOR COMERCIÁRIO

27/06/2008 - NUNCA É TARDE PARA MUDAR

22/06/2008 - ASSALTO AO DINHEIRO PÚBLICO ERA PREVISÍVEL

22/06/2008 - CORRUPÇÃO

22/06/2008 - O EXÉRCITO E AS URNAS

14/06/2008 - OS ABUTRES DA AVIAÇÃO

13/06/2008 - CPMF/CSS

13/06/2008 - O COFRE, A CADEIA E O DOSSIÊ

13/06/2008 - MCLANCHE FELIZ

13/06/2008 - EDUCAÇÃO, CRESCIMENTO E DESIGUALDADE

07/06/2008 - AGIR RÁPIDO, AGIR JUNTOS

07/06/2008 - ESMOLA COM DINHEIRO ALHEIO

03/06/2008 - A IDIOTIZAÇÃO DA TELEVISÃO

02/06/2008 - O NOME É ANGELA MARIA SLONGO

02/06/2008 - O LADO SOMBRIO DA INTERNET

02/06/2008 - AS ESCRAVAS DAS FARC

30/05/2008 - UMA JORNADA HISTÓRICA

30/05/2008 - LICENÇA PARA A REVOLUÇÃO

28/05/2008 - NÃO SOFRO DE DIEGOMAINARDICE

26/05/2008 - A EMNDA 29 E A FÊNIX CPMF

20/05/2008 - OS TRABALHADORES MERECEM RESPEITO

20/05/2008 - O TRABALHADOR, A JUSTIÇA E A PREVIDÊNCIA

19/05/2008 - A BATALHA DO FATOR PREVIDENCIÁRIO

17/05/2008 - A FORÇA MORAL DO JUDICIÁRIO

17/05/2008 - ARTUR DA TÁVOLA E A VIDA INTERIOR

15/05/2008 - EU SOU BBB-VOCÊ É BBB

14/05/2008 - ACIDENTE DE TRABALHO E NEXO CAUSAL

11/05/2008 - O SENADO?, POR AFFONSO GHIZZO NETO

11/05/2008 - A PIOR MISÉRIA

04/05/2008 - LÍNGUA PORTUGUESA

04/05/2008 - O RALO DO DESPERDÍCIO

03/05/2008 - FOME: ALIMENTOS COMO NEGÓCIO, POR

30/04/2008 - CAIU NA REDE É PEIXE

28/04/2008 - DIOGO MAINARDI E O NEO-RACISMO

28/04/2008 - REVISTA ÍNTIMA E DANOS MORAIS

28/04/2008 - O PREÇO DO AUMENTO DOS JUROS

27/04/2008 - FARELO PARA UNS, CAPIM PARA OUTROS

27/04/2008 - PILANTROPIA

27/04/2008 - A URGÊNCIA DA EDUCAÇÃO

21/04/2008 - O QUE A IMPRENSA NÃO DIZ SOBRE A INFLAÇÃO DA

21/04/2008 - FOGO NO PAIOL

21/04/2008 - PELLEGRINO CRITÍCA FHC, MAS LULA FAZ O MESMO

20/04/2008 - BRASIL PERDE R$ 29 BILHÕES/ANO COM

20/04/2008 - O QUILOMBO DO MUNDO

19/04/2008 - COMENSALIDADE: REFAZERA HUMANIDADE

15/04/2008 - INFORME-SE ANTES DE XINGAR

15/04/2008 - A URGÊNCIA DA EDUCAÇÃO

15/04/2008 - É CRÉU NELES! É CRÉU NELAS!

09/04/2008 - ENTENDEU, TABATHA?

08/04/2008 - PROMESSAS ENGANOSAS

03/04/2008 - ENTRE ESCÂNDALOS E DESTILADOS

31/03/2008 - A REPRESSÃO AO CONSUMIDOR

25/03/2008 - TOTALITARISMO VOLUNTÁRIO

24/03/2008 - O CORVO ESPERA

24/03/2008 - O CUSTO DA GUERRA

24/03/2008 - O LAMENTÁVEL TABAGISMO!

24/03/2008 - O ESQUERDISMO CLINICAMENTE MORTO

21/03/2008 - O DIREITO DO SER NASCENTE

20/03/2008 - PODER E SEXO

18/03/2008 - NOTÍCIAS LÍQUIDAS

18/03/2008 - O CALVÁRIO DOS PROFESSORES

16/03/2008 - QUE TAL ACABAR COM O IRPF?

16/03/2008 - FORÇA DAS CORPORAÇÕES

14/03/2008 - NAPOLEÃO E O BRASIL

13/03/2008 - CADÊ O ROMBO DA PREVIDÊNCIA?

13/03/2008 - ACIDENTE DE TRABALHO E DEVER DE INDENIZAR

13/03/2008 - IMBECILIDADES IMOBILIÁRIAS

07/03/2008 - DIREITO EMPRESARIAL

07/03/2008 - DIREITO EMPRESARIAL

07/03/2008 - DIREITO EMPRESARIAL

03/03/2008 - A REPÚBLICA ABSOLUTISTA

01/03/2008 - HUMANOS?

01/03/2008 - A MINHA ENXAQUECA

27/02/2008 - O BRASIL E O MISTÉRIO DAS DUAS DÍVIDAS

22/02/2008 - ESPEREI GODOT. E ELE APARECEU

21/02/2008 - A NOITE DOS GENERAIS

21/02/2008 - AS VÍTIMAS DAS DROGAS

20/02/2008 - PSIU. RECEBEU MARCOS VALÉRIO?

09/02/2008 - TODA ARROGÂNCIA SERÁ CASTIGADA

09/02/2008 - VOCÊ É UMA PESSOA FELIZ?

09/02/2008 - RAIVAS DESPROPORCIONAIS

04/02/2008 - OS CUSTOS DE VIVER PERIGOSAMENTE

03/02/2008 - FANTÁSTICO? SÓRDIDO?

02/02/2008 - A FEIRA DOS MORTAIS E DOS IMORTAIS

02/02/2008 - O NEPOTISMO

01/02/2008 - PROJETO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO

31/01/2008 - NOSOCÔMIO FINANCEIRO

31/01/2008 - SEGURO-DESEMPREGO

31/01/2008 - MUDANÇA DE PARADIGMA

27/01/2008 - 359 PASSOS AO REDOR DO MUNDO

26/01/2008 - PARA ONDE ESTAMOS FUGINDO?

19/01/2008 - O SENTIDO DO HUMOR E DA FESTA

14/01/2008 - A SAÍDA, MAIS UMA VEZ, É CRESCER

12/01/2008 - PRINCÍPIO TERRA

10/01/2008 - AGENDA NECESSÁRIA E AGENDA POSSÍVEL

08/01/2008 - "QUANDO A RAZÃO SE EXTINGUE, A LOUCURA É...

29/12/2007 - FICAMOS MAIS BESTIAIS

24/12/2007 - MEU PRATO DE NATAL

24/12/2007 - QUE MATÉRIA

24/12/2007 - O DOCE RABI

17/12/2007 - TEM CARA DE TIOZÃO

15/12/2007 - TRANSCENDÊNCIA E TRANSPARÊNCIA

02/12/2007 - BATALHA FINAL ENTRE LULA E FHC

19/11/2007 - CHÁVEZ, O NAPOLEÃO DE CIRCO

07/11/2007 - A IMUNDÍCIE CONTINUA LÁ

25/10/2007 - 18 BRUMÁRIO DE LULA

22/10/2007 - O PASTOR DA PAJERO

12/10/2007 - TROPA DE ELITE É FICHINHA

06/10/2007 - A EUROPA E O FMI

06/10/2007 - O QUE DEU EM MIM?

04/10/2007 - A LENTA MORTE DOS DIREITOS TRABALHISTAS

29/09/2007 - AMOR FRANCISCANO

29/09/2007 - McCARTHY ESTAVA CERTO

28/09/2007 - UMA CORRUPÇÃOZINHA

27/09/2007 - AS VOLTAS QUE O MUNDO DÁ

26/09/2007 - E SE MARES GUIA FOSSE UM SINDICALISTA?

16/09/2007 - ECONOMIA CALMA, ÉTICA ESCASSA

11/09/2007 - FAVELA BRASIL

08/09/2007 - O MULÁ OMAR BRASILEIRO

06/09/2007 - FIO DO BIGODE

03/09/2007 - O FIM DA ASSOMBRAÇÃO

30/08/2007 - CRITÉRIOS PARA ESCOLHA DOS MINISTROS DO SUPREMO

27/08/2007 - FALTA QUERER...

27/08/2007 - MAIS SOBRE A AGENDA DE DIRCEU...

18/08/2007 - A ESPIRAL DA ÉTICA

18/08/2007 - A AGENDA DE DIRCEU...

11/08/2007 - LULINHA ESTÁ SENDO INVESTIGADO PELA POLÍCIA...

07/08/2007 - DEMITIDOS TÊM REVISÃO DOS PLANOS COLLOR E...

06/08/2007 - O PISTOLEIRO DIRCEU

02/08/2007 - HERÓIS EM TEMPOS SOMBRIOS

02/08/2007 - A RESPEITO DA LEGALIDADE DA GREVE POLÍTICA

01/08/2007 - REGULAMENTAÇÃO DA COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO...

31/07/2007 - MORREMOS TODOS

30/07/2007 - O PROBLEMA DO GOVERNO LULA É GERENCIAL...

30/07/2007 - CLEPTOCRACIA EM PROSA E VERSO...

27/07/2007 - MINISTÉRIO DO ATAQUE

26/07/2007 - VERGONHA

25/07/2007 - O CUSTO DA CRISE...

24/07/2007 - CHIMPANZÉS PATINADORES

23/07/2007 - SC E ITÁLIA

23/07/2007 - AOS MESTRES, COM CARINHO

18/07/2007 - PRA FRENTE, BULGÁRIA!

17/07/2007 - "ESTUDA PARA NÃO PARECERES COTISTA"

17/07/2007 - UMA JUSTIÇA PARA INIMPUTÁVEIS

16/07/2007 - A HORA CERTA...

13/07/2007 - REDENTOR VELHO DE GUERRA

11/07/2007 - ELES SÃO OBA!, EU SOU EPA!

09/07/2007 - RELAÇÕES PERIGOSAS...

09/07/2007 - O INIMIGO DO AGRONEGÓCIO

08/07/2007 - DOIS PESOS PARA DOIS "CRIOULOS"

07/07/2007 - INDIGNADOS E ENVERGONHADOS

04/07/2007 - UMA CHANCE PARA ENQUADRAR A AEROCRACIA

03/07/2007 - O LOGARÍTMO VERDE-AMARELO: PORTARIA DO...

23/06/2007 - A FADA SININHO...

20/06/2007 - MANGABEIRA E O FOLCLORE DA CORRUPÇÃO

19/06/2007 - A IMPUNIDADE E A MOROSIDADE DO PROCESSO

18/06/2007 - NOTAS BAIXAS

18/06/2007 - PAÍS DO ABSURDO...

12/06/2007 - A BLINDAGEM DO PRESIDENTE...

11/06/2007 - O JURO DOS IDOSOS

06/06/2007 - O PERIGO DE UM TREM-BALA PERDIDA

06/06/2007 - A GAUTAMA DO ÉTER

05/06/2007 - TRIANGULAÇÃO PERIGOSA

04/06/2007 - A MÃE DE TODAS AS CORRUPÇÕES...

04/06/2007 - AQUECIMENTO GLOBAL...

02/06/2007 - OLHAR LONGE, PARA A FRENTE

02/06/2007 - SER HUMANO IMPERFEITO...

02/06/2007 - A ESCALA HUMANA...

30/05/2007 - CORRUPTOS E CORRUPTORES

29/05/2007 - ABORTO: ENTRE A COMPAIXÃO E A INQUISIÇÃO

29/05/2007 - O ESCÂNDALO ESTÁ DESMORALIZADO...

26/05/2007 - O PAC TEM DE PARAR

23/05/2007 - REPROVANDO A APROVAÇÃO

22/05/2007 - MALDITOS SEJAM OS VAMPIROS BRASILEIROS...

13/05/2007 - O NOME DAS COISAS...

08/05/2007 - O TROÇO

08/05/2007 - A MORTE DO GAROTO DE PROGRAMA

21/04/2007 - COMBATE À CORRUPÇÃO

21/04/2007 - IMPUNIDADE, UM FENÔMENO ANTIGO

18/04/2007 - A CPI DO APAGÃO DAS CPIS

18/04/2007 - UM MAU NEGÓCIO

17/04/2007 - O HOMEM-OBJETO

15/04/2007 - CONFISSÃO DE CULPA

14/04/2007 - AFRONTA À CIDADANIA - CADA DEPUTADO CUSTA...

13/04/2007 - JORNADINHA DE TRABALHO

12/04/2007 - ENGANOS FATAIS

10/04/2007 - PARABÉNS, "LULLA"!

09/04/2007 - EMENDA 3 ATENTA CONTRA ESTADO DE DIREITO

05/04/2007 - BANDIDOS x CAMUNDONGOS

04/04/2007 - UM PAÍS QUE NÃO INVESTE

04/04/2007 - A BANCADA DO PRESO

03/04/2007 - MULHERES NUAS ENTRE...

02/04/2007 - MÃE VINGATIVA

02/04/2007 - ENFEITIÇARAM O BARBUDO

01/04/2007 - O DNA DAS FRAUDES NO GOVERNO LULA

30/03/2007 - O QUE É CENSURA

30/03/2007 - "HOME PAGE" SINDICATO

30/03/2007 - PLANO BRESSER

29/03/2007 - TERCEIRO SETOR

27/03/2007 - A GLOBO E AS MEIAS VERDADES

25/03/2007 - O TREM MINISTERIAL

25/03/2007 - MENSAGEM

24/03/2007 - ESPÍRITO, MATÉRIA E VIDA: ERAS DO HUMANO

22/03/2007 - ELLE DE NOVO

22/03/2007 - A REAÇÃO À CPMF

22/03/2007 - MEMÓRIA DE UMA FRAUDE

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2017 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.