BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
 Eventos - Galeria de Fotos

Evento: PRÁTICA ANTISSINDICAL NA CEF: AGÊNCIA PORTO - BAIRRO SÃO JOÃO – ITAJAÍ - SC
Data de realização: 06/10/2011
Descrição do Evento: Os funcionários da CEF de Itajaí e Região aderiram à paralisação (GREVE) nacional a partir do dia 27/09 (terça-feira), deliberado em Assembléia neste Sindicato. Porém, algumas agências da base mesmo com a decisão da assembléia insistem em permanecer atendendo; é o caso da agência Porto de Itajaí, localizada no bairro São João; agência Cordeiros de Itajaí e Agência localizada no Município de Penha - SC.

Caso inusitado está acontecendo na agência da CEF em Itajaí, localizada no Bairro São João.
O Gerente da Agência João Meira e a Gerente de Relacionamento Maria Aparecida têm dado demonstração à Diretoria da CEF que vieram para enfrentar qualquer situação nesta campanha salarial, se possível dar até a própria vida.
Mesmo não aderindo à GREVE nacional, estes pseudos profissionais fazem de tudo para atrapalhar a vida dos clientes/usuários e do Sindicato, senão vejamos:

1 – Em vista de alguns funcionários daquela agência não ter aderido à GREVE, mesmo assim apostaram em dar atendimentos.

O que não contavam é que a demanda superou as expectativas, levando ao caos, já que, os diretores do sindicato vêm presenciando diariamente a falta de estrutura no atendimento.

2 – Quando os administradores perceberam que não estavam suportando a demanda, passaram a distribuir fichas “COLORIDAS”, a fim de identificar cada cliente, (Lembra os “NAZISTAS” na segunda guerra, quando identificavam os Judeus, os Eslavos, os Ciganos e os Negros).

3 – Assim, os diretores passaram a orientar os clientes/usuários para que exigissem atendimento, já que a agência estava aberta ao público. Ocorre que, os pseudos-administradores ao perceberem o trabalho dos diretores do sindicato, passaram a ter comportamento “estranho; chegando o absurdo da gestora “CIDA”, SURTAR, perseguir e discriminar os clientes (mulheres grávida, idosos, cardíacos, cadeirantes e outros), e mais, passou a ameaçar os diretores do sindicato. Não satisfeitos, chamaram a polícia para “EXPULSAR” os diretores. Verdadeiro absurdo.

Outro absurdo, os clientes ficam no lado de fora da agência, aguardando a boa vontade desses administradores para serem atendidos; aguardam no sol, sem nenhuma consideração por parte da administração da agência.

Outro Absurdo.

O funcionário de nome Schaffer ao ser questionado por nosso diretor sobre atendimentos, simplesmente, disse: “TÔ NEM A͔; quem sabe naquele momento estava inspirado na música da cantora LUKA...

Quando o Sindicato reclamou junto à administração da agência para que os usuários aguardassem o atendimento no interior da agência, novamente, à Gerente CIDA, esbravejou e gritou aos diretores que o Sindicato comprasse guarda-chuvas para os clientes/usuários que estavam do lado de fora... Verdadeiro festival de maluquice...

4 – Levamos ao conhecimento desses pseudos-administradores o direito constitucional em seus artigos:

Art. 1º (...)

II - a cidadania;

III - a dignidade da pessoa humana;

TÍTULO II

Dos Direitos e Garantias Fundamentais

CAPÍTULO I

DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS

I - homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição;

(...);

III - ninguém será submetido à tortura nem a tratamento desumano ou degradante;

(...);

XV - é livre a locomoção no território nacional em tempo de paz, podendo qualquer pessoa, nos termos da lei, nele entrar, permanecer ou dele sair com seus bens.

Art. 8º É livre a associação profissional ou sindical, observado o seguinte:

(...);

III - ao sindicato cabe a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, inclusive em questões judiciais ou administrativas;

Art. 9º É assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender.

5 - Enquanto os demais administradores dos bancos procuram cativar clientes, os administradores acima em ato covarde resolveram enfrentar expulsar e selecionar os clientes. Uma verdadeira aberração. Não se acredita que esta seja a política da CEF.

LAMENTAMOS PROFUNDAMENTE ESSAS ATITUDES COVARDES E ANTISSINDICAIS DESSES PSEUDOS-PROFISSIONAIS.

ESPERA-SE QUE OS EXEMPLOS NÃO SEJAM SEGUIDOS...

O Sindicato continuará firme, combatendo e trabalhando em favor dos empregados, bem assim, pelo bem estar de todos os clientes/usuários.

Obs: Fotos no site identificando os absurdos!!!

Sérgio Roberto Pio
Presidente


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2017 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.