BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

06/08/2007 - 'DIA DA VAIA' PROMOVE MANIFESTAÇÕES CONTRA...

LULA EM CAPITAIS DO PAÍS.

O protesto foi organizado via comunidades da Internet por pessoas insatisfeitas com o governo
Com vaias e gritos de "fora Lula", manifestações foram realizadas neste sábado em pelo menos seis capitais do País: Rio, São Paulo, Brasília, Porto Alegre, Belo Horizonte e Curitiba. Protestos semelhantes estavam programados um total de nove capitais.

O movimento, batizado por alguns de "O Dia da Vaia Nacional" foi organizado por meio do Orkut, site de relacionamentos da internet, por pessoas insatisfeitas com a situação do governo. O ato foi inspirado nas vaias feitas contra o presidente Lula no dia de abertura dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro.

A maior manifestação ocorreu em São Paulo, na Avenida Paulista, com a presença de cerca de 2 pessoas, segundo dados da Polícia Militar. Entre os manifestantes, há pessoas usando nariz de palhaço e algumas carregando vassouras. Cartazes pedem impeachment do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e fim da corrupção.

No capital federal, cerca de 70 pessoas vestidas com as cores da bandeira nacional e de preto e uma pequena parte do grupo chegou a se dirigir ao Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente, para se manifestar contra o governo.

O grupo iniciou o protesto no Aeroporto de Brasília homenageando também as vítimas do acidente com o Airbus da TAM. Eles pediram respeito e justiça com faixas de críticas ao presidente: "relaxe e fora", "Lula, não é só as elites que te vaiam. É o Brasil. Fora Lula", "Lula nervoso com a vaia do povo" e "Lula, o seu desgoverno é o pior apagão do Brasil".

Em Curitiba, o "Luto pelo Brasil" reúne cerca de 200 pessoas. O grupo era integrado por estudantes, profissionais liberais e incluía participantes do movimento que prega a separação do Sul do restante do país, o que provocou discussões entre os manifestantes.

No Rio, o ator reuniu cerca de 100 pessoas no calçadão de Copacabana. Com roupas pretas e faixas e cartazes contra o governo Lula, os manifestantes percorreram quase toda a extensão do calçadão, promovendo um "vaiaço". O grupo também gritava palavras de ordem responsabilizando Lula pelo caos aéreo.

A passeata teve pouca adesão dos pedestres e banhistas. Alguns tentaram defender Lula e foram hostilizados pelo grupo.

Apesar de o movimento ser declarado apartidário e ter sido divulgado pela internet, boa parte dos participantes era de pessoas ligadas aos grupos de juventude do PSDB e do Democratas.
Em Porto Alegre, cerca de 150 pessoas se reuniram no Aeroporto Salgado Filho.

Em Belo Horizonte, uma passeata na Praça da Liberdade reuniu cerca de 200 pessoas, segundo cálculo da Polícia Militar. Eles ficaram no local durante uma hora e, em seguida, desceram em passeata até a Praça Sete, no Centro. Quase todos vestiam preto.

Organizadoras de manifestação descartam ligação com partido político.

A esteticista Cristina Couto e a pediatra Maria Luiza Meyer coordenaram, no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, manifestação de protesto contra a corrupção e o governo federal.
“A mobilização começou em São Paulo, a partir do acidente da TAM. As comunidades criadas no Orkut Fora Lula e Grande Vaia deram o pontapé inicial”, conta Cristina Couto.

Ela e Maria Luiza lembram que tentaram mobilizar a população para um protesto contra a reeleição do presidente Lula no dia da posse, em 1º de janeiro. A mobilização não deu certo, mas as duas afirmam que não desistiram e foram, sozinhas, para a frente do Palácio do Planalto com uma faixa que dizia Seria cômico se não fosse trágico.

“Rasgaram nossa bandeira, quebraram nossos óculos e os policiais não fizeram nada. Resolvemos, a partir disso, fundar uma comunidade no Orkut do Partido Vergonha Na Cara e começamos um movimento pela ética”, relata Maria Luiza. “Não somos ligadas a nenhum partido político, nosso comprometimento é como cidadãs”, ressalta.

“A gente é pela democracia”, dizem as amigas em coro. A administradora Paula Sarkis, que também participou da organização do protesto em Brasília, manifestou indignação com a corrupção e com o “descaso” do governo com a população. “Estou aqui pelo descaso com a segurança, com a saúde, com a educação. A classe média é quem está sendo mais prejudicada no governo Lula. Ele dá cesta básica para os pobres, mas esquece da classe” média protestou. “Quando ele [presidente Lula] é cobrado das coisas, fala que nunca viu, que nunca soube. Estou aqui para mostrar minha indignação”.


Fonte: O DIA

 Outras Notícias

11/12/2018 - BANCOS QUEREM REDUZIR LIMITE QUE CLIENTES PODEM SACAR EM DINHEIRO

11/12/2018 - NO BRASIL, MÃE RECEBE ATÉ 40% MENOS

07/12/2018 - IMPOSTÔMETRO BATE R$ 2,2 TRILHÕES PELA PRIMEIRA VEZ, DIZ ASSOCIAÇÃO COMERCIAL

07/12/2018 - NO BRASIL, 20% MAIS RICOS RECEBEM 40% DOS GASTOS COM PREVIDÊNCIA

07/12/2018 - REFORMA DA PREVIDÊNCIA SERÁ FATIADA

07/12/2018 - CVM ACUSA ITAÚ E DIRETORES DO BANCO DE OPERAÇÕES IRREGULARES NA BOLSA

07/12/2018 - EM DOIS ANOS, BRASIL PERDEU MAIS DE 2,3 MILHÕES DE POSTOS DE TRABALHO FORMAL

07/12/2018 - BOLSONARO DIZ QUE É PRECISO MUDAR 'O QUE FOR POSSÍVEL' NA LEGISLAÇÃO TRABALHISTA

07/12/2018 - BOLSONARO QUER VOTAR REFORMA DA PREVIDÊNCIA NO 1º SEMESTRE DE 2019

07/12/2018 - BANCÁRIA GESTANTE É REINTEGRADA NO ITAÚ

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2018 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.