BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

27/09/2007 - INCORPORAÇÃO DO BESC PELO BANCO DO BRASIL

Lula vem a SC para assinar o contrato.

Negócio vai ser formalizado em 9 de outubro na Capital.

Florianópolis.

O contrato de incorporação do Besc pelo Banco do Brasil será assinado no dia 9 de outubro, em Florianópolis, com a presença do presidente Lula. A previsão do governo estadual era de que o ato fosse realizado na terça-feira, em Brasília, mas a mudança de data foi pedida pela senadora Ideli Salvatti (PT) e pelo presidente do Besc, Eurides Mescolotto, ao Ministério da Fazenda.

Nome

Manutenção da marca Besc vai depender da permanência da conta salário do funcionalismo no banco, diz Carminati.

Hoje o secretário estadual de Coordenação e Articulação, Ivo Carminati (PMDB), volta a Brasília, a revisão final das cláusulas do contrato com os técnicos do BB. A incorporação do Besc pelo BB vai render R$ 600 milhões para os cofres do Estado até 2010.

Fruto de cinco meses de negociação entre governo estadual, Tesouro Nacional e Banco do Brasil, o contrato que vai ser assinado em outubro deve garantir a manutenção da marca Besc e das agências localizadas nos 139 municípios que contam apenas com o antigo banco estadual como instituição bancária, segundo Carminati. O secretário adianta que o BB poderá reduzir a estrutura onde há sobreposição de agências. A estimativa é que os dois bancos tenham agências vizinhas – instaladas perto – em pelos menos 53 cidades catarinenses.

A manutenção da marca também terá restrições, de acordo com Carminati. A continuidade depende da permanência da conta salário do funcionalismo estadual na instituição. No processo de incorporação, o governo estadual vai receber R$ 250 milhões para continuar pagando o funcionalismo pelo Besc, mas outra licitação das contas salário está prevista cinco anos após a incorporação. Se o leilão for vencido pelo Besc, o BB continuaria obrigado a manter a marca. "Enquanto as contas salário permanecerem no Besc, a marca também permanece", garante Carminati.

O secretário levará aos técnicos do BB o pedido do governador Luiz Henrique da Silveira para que sejam mantidos os valores das taxas cobradas pelo Besc aos clientes. A intenção do BB seria equiparar as taxas às que cobra de seus correntistas – maiores do que as do Besc.


Fonte: A NOTÍCIA

 Outras Notícias

14/11/2018 - LUCRO LÍQUIDO DO BANRISUL SOBE 31,6% NO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2018

14/11/2018 - GILMAR MENDES TRAVA PAGAMENTO DE AÇÕES NA JUSTIÇA DE PLANOS ECONÔMICOS

14/11/2018 - COMO O PT ‘APARELHOU’ O BANCO DO BRASIL

13/11/2018 - CENTRAIS SINDICAIS DEBATEM REFORMA DA PREVIDÊNCIA

13/11/2018 - BOLSONARO E O DESEMPREGO

13/11/2018 - CAIXA ECONÔMICA CONFIRMA QUE DECISÃO DO STF SOBRE FGTS NÃO GERA DIREITOS EM 2018

13/11/2018 - AUTÔNOMO TEM DE GANHAR O DOBRO DE TRABALHADOR CLT PARA MANTER PADRÃO

13/11/2018 - GOVERNO DE BOLSONARO VAI PROMOVER CORTE DE CARGOS EM BANCOS ESTATAIS

13/11/2018 - BANCO HSBC PLANEJA RETORNAR PARA O BRASIL

12/11/2018 - GRANDES BANCOS LUCRAM 12,7% MAIS NO 3º TRI E SINALIZAM MAIOR APETITE POR CRÉDITO

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2018 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.