BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

30/09/2007 - INVENTÁRIO

28/09/2007 -Câmara aprova aumento de 30 para 60 dias prazo para requerer inventário.

A Comissão de Constituição da Câmara aprovou nesta quarta-feira, 26/09, a ampliação, de 30 para 60 dias, do prazo para requerimento de inventário (relação dos bens deixados por alguém que morreu) e da partilha de bens.

Esse prazo está previsto em substitutivo do relator, deputado Bruno Araújo (PSDB/PE), ao Projeto de Lei 5890/05. O projeto original, do Senado, previa um prazo de 90 dias. A proposta volta para o Senado, para avaliar as alterações feitas pela Câmara.

Legislação atual

Atualmente, o Código Civil (Lei 10.406/02) define que o inventário e a partilha devem ser pedidos dentro de 30 dias a contar da abertura da sucessão, com prazo de seis meses para conclusão.

O Código de Processo Civil (Lei 5.869/73), alterado recentemente pela Lei 11.441/07, já prevê um prazo de 60 dias para o pedido, podendo ser concluído nos 12 meses subseqüentes. O deputado Bruno Araújo lembra que a proposta torna compatível os textos do Código Civil e do Código de Processo Civil, criando o prazo único de 60 dias.

A Lei 11.441/07 também autoriza o juiz a prorrogar os prazos para abertura do inventário e da partilha, de ofício ou a requerimento da parte.

Prazo exíguo

O relator afirmou que o prazo atual é exíguo diante da situação de herdeiros que necessitam fazer o pedido ainda sob o choque da perda de um parente querido.

Bruno Araújo lembrou que os herdeiros que não conseguem cumprir o prazo estipulado podem ser multados, onerando ainda mais o processo de inventário e partilha de bens.

Outro problema apontado por ele é o fato de muitos herdeiros residirem em locais distantes, o que torna mais lenta a ação. (Com Agência Câmara)


Fonte: AGÊNCIA CÂMARA

 Outras Notícias

24/04/2019 - REFORMA DA PREVIDÊNCIA PASSA PELA 1ª VOTAÇÃO E SEGUE PARA COMISSÃO ESPECIAL

24/04/2019 - GOVERNO VAI REDUZIR QUANTIDADE DE ESTATAIS FINANCEIRAS EM 4 ANOS, DIZ SECRETÁRIO

23/04/2019 - OFICIAIS DO EXÉRCITO SÃO CONDENADOS...

23/04/2019 - PROJETO ELEVA ISENÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA PARA 5 SALÁRIOS MÍNIMOS

23/04/2019 - GOVERNO CEDE NA PREVIDÊNCIA

23/04/2019 - GOVERNO INCLUI CORREIOS EM PROGRAMA DE PRIVATIZAÇÃO DE ESTATAIS

23/04/2019 - CAIXA: DE INDUTORA DO DESENVOLVIMENTO À "PUXA FILA DA PRIVATIZAÇÃO"

22/04/2019 - SISTEMA DE REPARTIÇÃ0 ENTROU EM COLAPSO; CONDENA PRESIDENTE DO IPEA

22/04/2019 - NESTA TERÇA TEM REUNOÃO DA CONTEC COM A FENABAN SOBRE "SEGURANÇA BANCÁRIA"

22/04/2019 - REFORMA DA PREVIDÊNCIA NÃO GARANTE RETOMADA ECONÔMICA, SEGUNDO BLACKROCK

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2019 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.