BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

13/07/2018 - PRESSÃO DO FUNCIONALISMO DERRUBA VETO DA LDO AO REAJUSTE SALARIAL

 














Servidores protestam na Comissão de Orçamento do Congresso













O funcionalismo federal conquistou importante vitória para a categoria. A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2019 foi aprovada quarta (11) no Congresso Nacional, derrubando o projeto do governo Temer de congelamento dos salários dos servidores públicos no ano que vem.

A proposta original – aprovada na Comissão Mista de Orçamento – foi alterada, suprimindo também o ponto que limitava a criação de cargos. O texto que havia passado na Comissão proibia o reajuste e limitava a criação de cargos à reposição de servidores em áreas específicas e ao preenchimento de vagas que já haviam sido criadas por lei.

Os congressistas também retiraram o item que obrigava a redução das despesas de custeio, como combustíveis e diárias, em 5% no ano que vem, ante o realizado em 2018.

Lineu Mazano, secretário-geral da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil e secretário nacional do Setor Público da Nova Central, disse à Agência Sindical que a mobilização da categoria contra as medidas foi intensa.

“Servidores estiveram no Congresso o dia todo, conversando com parlamentares e pressionando para que fosse assegurada a possibilidade de reajuste salarial. Essa é uma vitória importante, mas a mobilização prosegue”, afirma.

O diretor da Condsef (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal), Sérgio Ronaldo da Silva, comemora: “O importante era não criar novas barreiras para o reajuste do funcionalismo. O primeiro passo foi dado. Sem ele, qualquer aumento estaria sepultado. Por isso, essa vitória é fundamental à nossa luta”.

Ronaldo explica que, após derrubar o veto na LDO, a próxima etapa é a discussão do Orçamento de 2019. “Não há tempo a perder. A Lei Orçamentária Anual (LOA) tem prazo para chegar ao Congresso. Esse prazo termina em 31 de agosto. Temos pouco mais de um mês para apresentar nossas propostas e colocar no texto um índice de reajuste”, diz. 




Fonte: REPÓRTER SINDICAL / FEEB PR

 Outras Notícias

21/02/2019 - GOVERNO DIZ QUE TEXTO SOBRE MILITARES SERÁ ENTREGUE EM 30 DIAS

21/02/2019 - PEDRO GUIMARÃES ANUNCIA PRIVATIZAÇÕES NA CAIXA

21/02/2019 - IMPACTO DE REFORMA TRABALHISTA SOBRE GERAÇÃO DE EMPREGO CONTINUA INCERTO

21/02/2019 - PROPOSTA PREVÊ GATILHO DE AUMENTO DA IDADE MÍNIMA

21/02/2019 - COM A REFORMA, QUANTO TEMPO MAIS O SEGURADO TERÁ DE CONTRIBUIR?

21/02/2019 - APOSENTADO PODE PERDER MULTA DE 40% DO FGTS SE CONTINUAR TRABALHANDO

21/02/2019 - REFORMA DA PREVIDÊNCIA: ENTENDA A PROPOSTA PONTO A PONTO

20/02/2019 - UM ANO PERDIDO, PIB APONTA AVANÇO DE APENAS 1,1% NA ECONOMIA EM 2018

20/02/2019 - REFORMA DE BOLSONARO DEVE EXIGIR 40 ANOS DE CONTRIBUIÇÃO PARA APOSENTADORIA INTEGRAL

20/02/2019 - FORD ANUNCIA FECHAMENTO DE SUA FÁBRICA EM SÃO BERNARDO DO CAMPO

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2019 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.