BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

03/04/2007 - A CRISE FICOU MAIOR...

Negociou-se sexta-feira um acordo que pôs fim à chantagem dos controladores de vôo, mas, pelo discurso de ontem do presidente, fica a suspeita de que o próprio governo não está disposto a cumprir o que acertou.


A crise ficou maior.

A manifestação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em seu programa de rádio das segundas-feiras, classificando de “irresponsáveis” os militares controladores de vôo do Cindacta-1 que determinaram o apagão aéreo no fim de semana, repercute em todo o País, ajudando a ampliar a crise institucional do setor aéreo, passível agora de adquirir contornos ainda mais dramáticos e duradouros.

Depois de desautorizar o ministro comandante da Aeronáutica, que se encaminhava à área de greve dos sargentos para dar voz de prisão aos militares rebelados, como rezam o regulamento das forças armadas e a própria Constituição da República, o presidente voltou a demonstrar total insensibilidade diante da gravidade da situação. Ontem, endureceu o discurso, na tentativa despropositada de mostrar comando depois do recuo insensato da sexta-feira.

De fato, hoje a crise não se reduz à insatisfação salarial de um grupo de servidores públicos, mas avança à desproporcional altura de crise institucional, com a quebra da hierarquia e amplo desacordo das autoridades militares do País, que foram desautorizadas pelo comandante-chefe, cargo inerente ao exercício da Presidência da República.

Os controladores demonstraram que, a um simples sinal, podem paralisar o tráfego aéreo nacional – e o podem fazer novamente nos feriados da Semana Santa. Estão, contudo, firmemente convencidos de que o governo cumprirá o acordo, apesar da reação pouco hábil e não conciliatória do chefe de governo.
Os prejuízos para a nação são incalculáveis, muito superiores à indenização que as companhias aéreas já declararam que irão pedir ao governo.

E tudo em razão da incapacidade de se administrar uma situação explosiva e de alto risco. Ao invés de água para acabar com o incêndio, está-se jogando combustível na fogueira. A situação é preocupante, não pelo prejuízo político ou de credibilidade do governo, mas principalmente pelo que ainda pode acontecer nas próximas semanas num dos setores mais sensíveis e estratégicos do País.


Fonte: A NOTÍCIA

 Outras Notícias

18/01/2019 - BANCO PODERÁ ABATER DE CONDENAÇÃO VALOR PAGO POR VENDA DE 10 DIAS DE FÉRIAS

18/01/2019 - CAIXA DETERMINA QUE CLUBES DEIXEM DE ESTAMPAR SUA MARCA NOS UNIFORMES

18/01/2019 - GOVERNO BOLSONARO TEM ATÉ ABRIL PARA DEFINIR REGRA PARA REAJUSTAR SALÁRIO MÍNIMO; ENTENDA

18/01/2019 - SENADORES GASTARAM R$ 21 MILHÕES COM VIAGENS, RESTAURANTES E COMBUSTÍVEL

18/01/2019 - PAULO GUEDES DARÁ DETALHES SOBRE REFORMA DA PREVIDÊNCIA EM DAVOS

18/01/2019 - GOVERNO ESTUDA PAGAR ABONO DO PIS SÓ PARA QUEM GANHA ATÉ UM SALÁRIO MÍNIMO

17/01/2019 - EM MEIO À CRISE, VENDA DE ESTATAIS DEIXARÁ GOVERNO DE MÃO ATADAS, DIZ ECONOMISTA

17/01/2019 - REAJUSTE DAS APOSENTADORIAS DO INSS VARIA DE 0% A 3,43%

17/01/2019 - JUSTIÇA DERRUBA ACORDO ANTERIOR À REFORMA QUE PROIBIA TERCEIRIZAÇÃO EM USINAS DE CANA DE SP

17/01/2019 - MILITARES INTENSIFICAM LOBBY PARA FICAR FORA DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2019 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.