BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

19/09/2018 - VISA E MASTERCARD IRÃO PAGAR US$ 6,2 BI EM PROCESSO SOBRE TAXAS DE CARTÕES

Ação coletiva inclui os bancos JPMorgan, Citigroup e o Bank of America

A Visa, a Mastercard, e alguns bancos norte-americanos aceitaram nesta terça-feira (18) pagar US$ 6,2 bilhões (R$ 25,6 bilhões) para acabar com um processo aberto por lojistas sobre as taxas que pagam quando aceitam pagamentos com cartão.

Visa e Mastercard chegaram a um acordo de US$ 7,25 bilhões (R$ 29,9 bilhões) com lojistas, mas o acordo foi suspenso por um tribunal federal de apelações em 2016 e a Suprema Corte dos Estados Unidos recusou retomá-lo no ano passado.

O compromisso foi o maior acordo antimonopólio norte-americano em dinheiro, embora seu valor tenha caído para US$ 5,7 bilhões (R$ 23,5 bilhões), após cerca de 8 mil varejistas terem saído.

Os emissores de cartões indicados na ação coletiva incluem o JPMorgan, o Citigroup e o Bank of America.

Cartões de crédito
Compromisso foi o maior acordo antimonopólio norte-americano em dinheiro - Shutterstock
O processo, aberto em nome de cerca de 12 milhões de varejistas e que se estende há mais de uma década, acusa as empresas de cartão de violar as leis federais antitruste, forçando os comerciantes a pagar taxas de furto e proibindo-os de direcionar os consumidores para outras formas de pagamento.

Ao rejeitar o acordo anterior, contestado por varejistas, incluindo Amazon, Costco Wholesale e o Walmart, um tribunal federal de apelações concluiu que o acordo era injusto, porque alguns varejistas receberiam poucos ou nenhum benefício.

As empresas de cartões já pagaram US$ 5,3 bilhões (R$ 21,8 bilhões) e agora pagarão mais US$ 900 milhões (R$ 3,7 bilhões).

A Mastercard pagará US$ 108 milhões (R$ 446 milhões) adicionais de fundos reservados no segundo trimestre, disse a companhia.

A ação da Visa representa cerca de US$ 4,1 bilhões (R$ 16,9 bilhões), que a empresa espera pagar usando fundos previamente depositados no tribunal, e de um depósito de litígios criado em 28 de junho.

O acordo ainda deve ser aprovado por um tribunal. 




Fonte: REUTERS / FEEB PR

 Outras Notícias

17/12/2018 - EM FIM DE GOVERNO, MINISTROS FAZEM A FESTA COM JATINHOS DA FAB. É MUITA MORDOMIA!

17/12/2018 - CAIXA DIFICULTA TRANSIÇÃO COM NOVA EQUIPE DE GOVERNO

17/12/2018 - EM ACORDO, TST TROCA REGRA EXTINTA NA REFORMA TRABALHISTA POR BÔNUS

17/12/2018 - EMPRESA VAI REINTEGRAR DIRIGENTE SINDICAL SUSPENSO DURANTE APURAÇÃO DE FALTA GRAVE

14/12/2018 - CNT DEFENDE FIM DA JUSTIÇA DO TRABALHO E PEDE A BOLSONARO EXTINÇÃO DO TST

14/12/2018 - TEMPO UTILIZADO POR BANCÁRIA DO BRADESCO EM CURSOS DE TREINAMENTO SERÁ PAGO COMO HORAS EXTRAS

14/12/2018 - MINISTRO DO TRABALHO EM EXERCÍCIO É SUSPENSO APÓS OPERAÇÃO DA PF

13/12/2018 - UM TERÇO DOS TRABALHADORES EXERCE FUNÇÕES QUE ESTÃO AQUÉM DO SEU NÍVEL

13/12/2018 - LEI TRABALHISTA TEM QUE SE APROXIMAR DA INFORMALIDADE, DIZ BOLSONARO

13/12/2018 - PAULO GUEDES PÕE RELATOR DA NOVA LEI TRABALHISTA PARA TOCAR REFORMA DA PREVIDÊNCIA

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2018 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.