BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

04/04/2007 - FIM DA CPMF

O Congresso Nacional tem uma chance histórica de promover ato de justiça tributária e de se redimir junto aos eleitores, exauridos pela cobrança de impostos, taxas e contribuições.

Não prorrogar a vigência da CPMF representaria, além dos avanços já citados, redução do custo Brasil e melhor distribuição de renda. Cabe, entretanto, uma breve retrospectiva, antes da defesa de sua extinção. O brasileiro foi enganado já em sua criação, em 1996, quando a CPMF surgiu como uma alternativa emergencial à dramática situação da saúde no país.

O setor só piorou desde então: o noticiário é generoso em filas, macas que improvisam leitos em corredores, falta de medicamentos e de funcionários ou segurados que aguardam por meses até obterem o atendimento de um especialista.

No Brasil, ainda prevalece a “ambulanciaterapia”: pacientes são transportados em ambulâncias por centenas de quilômetros até cidades de maior porte, disputando vagas e consultas em hospitais e clínicas já superlotadas. Em resumo, os quase R$ 8 bilhões arrecadados até agora não resolveram nada do que propunha a criação do tributo, especialmente porque nunca chegaram ao destino previsto.

Se essa vultosa soma não teve a finalidade prevista na lei que a originou, o que mais poderia justificar sua existência senão o furor tributário do governo federal, cujos principais erros, ao longo dos tempos, são os de aumentar despesas em detrimento dos investimentos em infra-estrutura, notadamente na saúde, saneamento e educação? Desde sua criação, a CPMF só serviu para concentrar ainda mais recursos em Brasília, visto que não há partilha destes recursos entre Estados e municípios, ameaçando o próprio equilíbrio federativo.

E ainda: a CPMF é mais um pilar a sustentar o custo Brasil, que significa o conjunto de impostos, taxas, encargos e contribuições que oneram a produção e comprometem a competitividade dos produtos brasileiros no exterior. Internamente, a carga tributária diminui dramaticamente o poder de compra da população, que deixa de adquirir produtos básicos – de alimentação e vestuário a materiais de construção.

Os parlamentares que foram favoráveis à criação da CPMF não podem desafiar a memória dos brasileiros.

Não é difícil lembrar dos inflamados discursos em prol de uma solução financeira para os problemas da saúde do povo. Os problemas não foram resolvidos, mas se agravaram. Como também a distorção e a perversidade tributária. Em Santa Catarina, a Federação das CDLs obteve de dezenas de parlamentares, muitos deles eleitos, o compromisso de que não pactuariam com a atual carga tributária e se oporiam a quaisquer aumento de alíquotas ou criação de novos impostos.

Temos a certeza de que os congressistas catarinenses honrarão tal acordo. Seremos mais uma vez enganados ou, realmente, a CPMF será extinta?

Roque Pellizzaro Jr, presidente Federação das CDLs de SC


Fonte: A NOTÍCIA

 Outras Notícias

15/01/2019 - BOLSONARO ASSINA NESTA TERÇA-FEIRA DECRETO SOBRE POSSE DE ARMAS, INFORMA CASA CIVIL

15/01/2019 - DEFASAGEM NA TABELA DO IMPOSTO DE RENDA CHEGA A 95,46%

15/01/2019 - PEC 300: A NOVA AMEAÇA AOS DIREITOS TRABALHISTAS

14/01/2019 - OPERADORES DO DIREITO CONVOCAM ATO NACIONAL EM DEFESA DA JUSTIÇA DO TRABALHO

14/01/2019 - VEJA PROFISSÕES QUE ESTARÃO EM ALTA EM 2019, SEGUNDO EMPRESAS DE RECRUTAMENTO

14/01/2019 - BRADESCO MUDA ALTA CÚPULA E REDUZ NÚMERO DE VICE-PRESIDENTES

14/01/2019 - CAIXA CORTARÁ RECURSOS DE GRANDES EMPRESAS E FOCARÁ AÇÕES

11/01/2019 - CAIXA ECONÔMICA FEDERAL É A NOVA DONA DA ÚLTIMA PRAIA DESERTA DE BALNEÁRIO CAMBORIÚ

11/01/2019 - NOVO REGIME DE APOSENTADORIA SERÁ VOTADO À CLASSE MÉDIA

11/01/2019 - O QUE ESPERAR DO BANCO DO BRASIL SOB NOVA DIREÇÃO?

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2019 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.