BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

07/04/2007 - BESC VAI REABRIR O DIÁLOGO ENTRE...

LULA E LUIZ HENRIQUE.

Presidente convida governador para uma conversa reservada no dia 10.

Depois de dois anos sem uma conversa reservada, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebe o governador Luiz Henrique da Silveira na próxima quinta-feira, dia 12, no Palácio do Planalto. O peemedebista diz que vai aproveitar o convite para cobrar uma saída para o futuro do Besc e para reapresentar a antiga lista de reivindicações do governo estadual. A relação entre os dois ficou estremecida após as eleições de 2004, quando o PT ficou decepcionado com a falta de apoio de LHS às candidaturas dos petistas às principais prefeituras do Estado.

Equipes de técnicos dos governos estadual e federal trabalham desde fevereiro com a possibilidade de incorporação do Besc pelo Banco do Brasil ou pela Caixa Econômica Federal. SC tem pressa. O Estado espera negociar e faturar com operações como as contas salários do funcionalismo, que foram vendidas em dezembro por R$ 210 milhões para o Bradesco, mas o Supremo Tribunal Federal (STF) manteve no Besc.
“Vou pedir que o governo agilize o processo de incorporação do Besc pelo governo federal. Era um processo para ser realizado rapidamente e as últimas semanas revelaram obstáculos que estão se interpondo a esse processo”, disse Luiz Henrique, ao anunciar o convite de Lula para uma conversa.

O encontro será um dia após o jantar da cúpula de 150 peemedebistas com o presidente, em que o principal prato deverá ser a distribuição de vagas no segundo escalão. O governador assegurou que não vai cobrar cargos. Mas disse que irá reapresentar uma lista antiga de reivindicações, como a colaboração da Petrobras com o Fundo Social, a estadualização das BRs que cortam o Estado e a possibilidade de negociação dos títulos do Ipesc.

O último contato entre os dois ex-aliados foi na reunião de Lula com os 27 governadores, há um mês, na Granja do Torto. Lula recebeu os governadores para apresentar o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Ao conferir jogos da Copa Davis, ontem, em Florianópolis, o governador fez uma avaliação dos cem dias do seu segundo mandato, que serão completados no dia 10. Também falou sobre a terceira reforma administrativa, aprovada na última quarta-feira pelos deputados, depois de quase dois meses de negociação. Confira abaixo os principais trechos da entrevista.


LUIZ HENRIQUE DA SILVEIRA | GOVERNADOR

Aproximação com Lula
"Recebi convite ontem (quinta) para estar com o presidente da República, na quinta-feira, às 9 horas."

Cargos no segundo escalão de Lula
"Eu não vou pedir cargos. O que vou pedir ao presidente é que libere aquela pauta enfartada há quatro anos de reivindicações de Santa Catarina, que são mais do que óbvias, e que agilize o processo de incorporação do Besc pelo governo federal. Era um processo para ser realizado rapidamente e as últimas semanas revelaram obstáculos que estão se interpondo a esse processo. Por outro lado, na audiência com o presidente, quero dizer a ele que não é possível que continuemos impedindo o desenvolvimento do turismo, a criação de marinas, de campos de golfe. Almocei, em São Paulo, com o cônsul geral dos Estados Unidos, que é o principal diplomata americano no Brasil, e ele me parabenizou por eu ir buscar aposentados alemães. Ele deseja que nós façamos um programa com aposentados americanos.

Mas disse logo: "Sem campo de golfe e marina não é possível receber um aposentado americano"."

Acusação de SDRs paradas
"A oposição perdeu a eleição, porque foram quatro anos de paralisia no Estado, sem obra. Nós fizemos 1.140 quilômetros de asfalto em quatro anos e a oposição não fez nem 1/3 disso. O povo catarinense sabe. Eu ganhei em 243 municípios e isso evidencia a aprovação da descentralização e do nosso governo. O fato é que a Assembléia estava há 45 dias apreciando a reforma administrativa e era impossível montar o governo antes da aprovação. Agora vamos montar com toda tranqüilidade."

Cargos nas SDRs para os aliados

"Nós temos uma coligação harmônica. Estabelecemos o critério da geografia das urnas. Assim como compusemos o primeiro escalão centralizado de forma muito harmonizada, vamos tê-lo também na questão da administração descentralizada."

Nomes para as novas secretarias regionais
"No governo descentralizado, a escolha é feita de baixo para cima. São as lideranças regionais dos partidos coligados que dizem quem deve ser o secretário, o diretor-geral, o gerente. Quem vai responder são os líderes regionais de Itapiranga, Taió, Braço do Norte, Seara e Quilombo. Eu só vou arbitrar quando não houver acordo entre eles."

População x terceira reforma administrativa
"O catarinense pode esperar um governo mais eficaz, mais perto de si, mais capaz de oferecer respostas rápidas e imediatas aos seus pleitos. Isso é que deu o diferencial ao nosso governo. Isso é o que nos permitiu investir quase R$ 4 bilhões em obras e investimentos. Isso que nos permitiu chegar a mais de 25 mil propriedades rurais atendidas com energia elétrica. Isso que nos permitiu fazer 25 acessos asfaltados aos municípios e está trabalhando nos demais. Isso é que nos permitiu estar fazendo essa rede de centros de convenções e de feiras e exposições como já fizemos em Criciúma, Blumenau e Joinville de Centreventos. Vamos inaugurar agora, no dia 5 de maio, o de Jaraguá do Sul e estamos construindo em parceria com as prefeituras os de Itajaí, Concórdia, Piratuba, Braço do Norte, Chapecó. Então é essa descentralização aprofundada que vai permitir o aumento da nossa velocidade administrativa."

Os cem dias do segundo mandato
"Nós entramos na quinta marcha. Como eu disse que iria acontecer. Já inauguramos nove rodovias, várias escolas, várias obras por todo o Estado e essa tem sido a nossa rotina. Ainda na próxima semana vamos inaugurar, por exemplo, uma via de acesso importante e esperada como tantos outras que esperamos há mais de 50 anos, que é o acesso a Barra Grande e Faxinal dos Guedes. Viabilizamos a terceira etapa da reforma administrativa, que vai aprofundar, arraigar, melhorar, aperfeiçoar ainda mais a descentralização, levando, com as seis novas Secretarias de Desenvolvimento Regional, o governo para mais perto do povo ainda. Obtivemos, já nesses cem dias, decisões importantes de investimentos em Santa Catarina: duas fábricas para produzir MDF, que é o aglomeramento de madeira; a decisão da empresa Thomas Netzsch, que estava praticamente decidindo fazer a sua fábrica no Rio Grande do Norte e vai fazê-la em Pomerode (SC); a decisão da Marcegaglia de fazer a terceira fábrica; o início das obras do porto de Itapoá. Conseguimos a decisão do grupo espanhol de Marbella, de Malaga, que vai fazer um megaempreendimento em Governador Celso Ramos, onde também o grupo Mansur vai iniciar megaempreendimentos; a decisão de uma empresa norte-americana de fazer uma indústria de biomassa no Oeste catarinense. Quero destacar o convênio com a Escola de Minas de Saint-Etienne, que é a melhor escola de tecnologia da França e uma das melhores da Europa, que acaba de produzir o chip de plástico que substitui a sílica e vai promover uma nova revolução na informática. Esse convênio está permitindo o estabelecimento de uma filial da escola em Florianópolis, que está promovendo em áreas de fronteira, como a bio-engenharia e a nanotecnologia, um curso de pós-graduação iniciando com 28 alunos e que vai ter expansão muito grande."


Fonte: A NOTÍCIA

 Outras Notícias

22/01/2018 - AUTOMAÇÃO VAI MUDAR A CARREIRA DE 16 MILHÕES DE BRASILEIROS ATÉ 2030

22/01/2018 - CONSELHO DA CAIXA PODERÁ DEMITIR EXECUTIVOS ; BC TERÁ QUE APROVAR DIRIGENTES

22/01/2018 - VICES AFASTADOS DA CAIXA DIZEM QUE PRESIDENTE ATENDIA A INTERESSES DO PP

22/01/2018 - A CAIXA É A PETROBRAS DO MDB

22/01/2018 - HOMEM BRANCO E RICO SE APOSENTA MAIS CEDO NO BRASIL

22/01/2018 - CÁRMEN LÚCIA SUSPENDE A POSSE DE CRISTIANE BRASIL NO MINISTÉRIO DO TRABALHO

18/01/2018 - PLANALTO DESMONTA ESTRUTURA QUE SERIA USADA EM POSSE DE CRISTIANE BRASIL

18/01/2018 - COM FILHA FORA DA LEI E DO GOVERNO, JEFFERSON PEDE O FIM DE JUSTIÇA DO TRABALHO

18/01/2018 - AUDITORIA ENCONTRA E-MAIL DE TEMER PEDINDO CARGO NA CAIXA

17/01/2018 - REVISÃO DE SÚMULA PELO TST DEIXA ANAMATRA EM ALERTA

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2018 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.