BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

10/04/2007 - GOVERNO QUER PRORROGAR CPMF E...

MANTER ALÍQUOTA DE 0,38%.

Segundo Mantega, uma eventual redução da contribuição - que gera receita de R$ 32 bilhões por ano - deve ficar para mais adiante, porém não disse quando.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, informou que a idéia do governo é, em princípio, propor a prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) nos termos atuais - com alíquota de 0,38% - para os próximos quatro anos. A contribuição gera uma receita anual de R$ 32 bilhões.

"Vamos discutir com as lideranças a conveniência de enviarmos um projeto ao Congresso para renovação da CPMF e da Desvinculação das Receitas da União (DRU), mas não sei em que termos. A idéia é cobrir este governo e depois eu não sei", disse nesta segunda-feira, 9.

Mantega deixou o Ministério da Fazenda para uma reunião no Palácio do Planalto do Conselho Político, que inclui lideranças partidárias. O ministro disse que quer ouvir das lideranças quais são as possibilidade do governo.

O ministro disse que uma eventual redução da CPMF deve ficar para mais adiante. "Futuramente teremos que pensar em redução gradual da CPMF, mas ela terá que ser seletiva, porque a CPMF atinge transações diferentes porque incide sobre transações financeiras, transações mercantis e é preciso saber o que é prioritário."

Segundo Mantega, o governo deve continuar a desoneração de outros tributos, que tenham impacto mais favorável sobre a produção. "Nesse momento, não acredito que seja a redução da CPMF que vai ter este impacto. Outro tipo de desoneração é mais importante do que a CPMF", afirmou.


Fonte: ESTADÃO

 Outras Notícias

25/04/2019 - FEDERAÇÃO DOS BANCÁRIOS E UGT ENTREGAM DOCUMENTO SOBRE REFORMA DA PREVIDÊNCIA AO DEPUTADO FRANCISCHI

25/04/2019 - PE: LIMINAR SUSPENDE EFEITOS DA MP 873 NO

25/04/2019 - ASSOCIAÇÃO DENUNCIA REDE/ITAÚ AO CADE POR VENDA CASADA E PRÁTICA PREDATÓRIA

25/04/2019 - LUCRO DO BRADESCO CRESCE 22% NO 1º TRIMESTRE E VAI A R$ 6,2 BI

25/04/2019 - BC DIVULGA PROPOSTA QUE PREVÊ CONCORRÊNCIA A GRANDES BANCOS E JUROS MENORES

25/04/2019 - RECUPERAÇÃO DA RENDA TEM O SEU PIOR MOMENTO NA HISTÓRIA

25/04/2019 - BRASIL FECHA 43 MIL VAGAS FORMAIS EM MARÇO, MAS SECRETÁRIO DIZ QUE NÃO HÁ RAZÃO PARA

25/04/2019 - REFORMA MUDA LEIS SEM RELAÇÃO COM PREVIDÊNCIA, CORTA PIS E REMÉDIOS DO SUS

24/04/2019 - REFORMA DA PREVIDÊNCIA PASSA PELA 1ª VOTAÇÃO E SEGUE PARA COMISSÃO ESPECIAL

24/04/2019 - GOVERNO VAI REDUZIR QUANTIDADE DE ESTATAIS FINANCEIRAS EM 4 ANOS, DIZ SECRETÁRIO

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2019 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.