BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

26/04/2007 - HSBC E MOVIMENTO SINDICAL REUNIDOS NA ...

Federação dos Bancários do Paraná.

Aconteceu ontem, 25, reunião entre o HSBC e dirigentes sindicais da Federação dos Bancários do Paraná, seus sindicatos filiados e sindicatos co-irmãos do Estado de Santa Catarina. Representando o HSBC estiveram os diretores João Rached (RH) e Antonio Carlos Schwertner (Jurídico Trabalhista).

Com extensa pauta o foco principal foi a reivindicação do Movimento Sindical numa revisão das demissões ocorridas recentemente no Banco. O Presidente da FEEB, Gladir Basso deixou claro à direção do banco que as demissões foram em muito arbitrárias e sem um critério definido, pois foram desligados até empregados que recentemente haviam recebidos prêmios pelo cumprimento de metas. O Diretor de RH do Banco, João Rached informou que ainda há demissões a realizar, entretanto, que as mesmas ficam suspensas pois a mobilização dos sindicatos levou à sociedade uma imagem que ao Banco não interessa. Gladir cobrando um postura diferente do banco obteve um compromisso da revisão das demissões e Rached não descartou reintegrações.

Também foram discutidos os seguintes temas com posicionamento do banco:

Alteração de Nível Funcional sem alteração de salário e Política de Remuneração

– o banco informou que fará nova revisão do plano de cargos e salários do banco e que esta ação adequará em definitivo as distorções verificadas;

Assédio Moral

– Rached declarou sua desaprovação desta prática dizendo que a diretriz do banco é desincentivar e até punir a prática;

Plano Odontológico

- O diretor de RH do banco informou que estão sendo providenciadas mudanças radicais no plano atual, pois tem sido encaminhadas muitas reclamações do serviço prestado atualmente.

Instituto Solidariedade

– O presidente da FEEB/Pr demonstrou ao banco que a venda de produtos com a marca do instituto tem sido induzida aos funcionários, na ocasião João Rached informou ter assumido ontem (24) a diretoria executiva do instituto e comprometeu-se em investigar a denúncia.

Demissões por justa causa

– Um avanço considerável foi obtido no tema onde foram apresentadas situações que contradizem as alegações do banco que os funcionários demitidos por apresentarem cheques sem fundo todos tem mais de uma centena de cheques devolvidos. A FEEB/Pr mostrou que houve casos de demissões onde empregados com sérios problemas pessoais/saúde foram desligados após a devolução de dois cheques sem ao menos o banco procurar saber os motivos.

Rached comprometeu-se com os sindicalistas de receber e analisar todos os casos onde houve injustiças.

Agências com horário estendido

– O banco irá analisar casos específicos;
Registro do Gerente Administrativo – Gladir Basso cobrou do banco que após a implantação do registro eletrônico para os Gerentes Administrativos o problema se resolveu restando a discussão das horas excedentes antes da implantação do registro. O diretor de RH do Banco informou que neste caso o HSBC nada fará considerando passados os fatos anteriores;

O Banco também anunciou o aumento das concessões da Bolsa Educação de 900 para 1100 em virtude das freqüentes solicitações dos sindicatos uma vez que há tempo esse número encontrava-se estagnado.

Ficou combinada uma retomada imediata de um cronograma de negociações para que previamente os problemas verificados nas agências do HSBC sejam mais prontamente encaminhados, Gladir Basso deixou claro ao banco que o movimento sindical necessita de um canal mais objetivo e mais sensibilidade do banco uma vez que as reivindicações dos empregados, quando repassadas pelas entidades sindicais, somente tem o objetivo de contribuir e atenuar as condições de trabalho que muitas vezes ultrapassam limites aceitáveis. Estiveram representadas as entidades: Federação dos Bancários do Paraná, Sindicato dos Bancários de Cascavel, Ponta Grossa, Maringá, Pato Branco e Balneário Camboriú.


Fonte: FEEB/PR

 Outras Notícias

20/07/2018 - NEGOCIAÇÃO COM A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

19/07/2018 - REFORMA TRABALHISTA SEGUE PROPAGANDA ENGANOSA NO PAÍS SEM CARTEIRA ASSINADA

18/07/2018 - DIFERENÇA DE TARIFA ENTRE BANCOS CHEGA A 260%

18/07/2018 - DÍVIDA DE APOSENTADOS COM EMPRÉSTIMO SOBE R$ 39 MI POR DIA

18/07/2018 - ITAÚ CHEGA AO MERCADO DE MAQUININHAS DE CARTÃO

18/07/2018 - COMO USAR AS NOVAS REGRAS DO CHEQUE ESPECIAL PARA SAIR DO VERMELHO

18/07/2018 - PAGAMENTO DO 13º DE APOSENTADOS COMEÇA EM AGOSTO; VEJA O CALENDÁRIO DO INSS

17/07/2018 - SÓ SINDICALIZADOS PODEM RECEBER BENEFÍCIOS DE ACORDO COLETIVO

17/07/2018 - TRÊS INSTITUIÇÕES LIDERAM RANKING DE RECLAMAÇÕES CONTRA BANCOS

17/07/2018 - PAÍS DEIXA DE CRIAR 80% DAS VAGAS DE TRABALHO PREVISTAS

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2018 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.