BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

29/05/2007 - A DEFESA DE RENAN...

Nas democracias maduras, casos semelhantes são tratados pelos canais competentes, como ocorre agora. É preciso aguardar o esclarecimento e a comprovação dos documentos.

O aguardado pronunciamento do presidente do Senado, Renan Calheiros, na tarde de ontem, monopolizou as atenções do País. À primeira análise, ele teria conseguido refutar integralmente as denúncias da revista “Veja”, dando conta de que a construtora Mendes Júnior estaria pagando suas despesas pessoais. De forma emocionada, o senador pediu desculpas por uma questão pessoal estar sendo tratada num dos principais fóruns da nação, mas que devia explicações à sociedade e desculpas a familiares e amigos. Reconheceu a relação extraconjugal com uma jornalista de Brasília, que acabou em gravidez não programada, e revelou que, desde o início, se apressou em reconhecer a paternidade. Também assumiu as despesas decorrentes, exibindo documentos que comprovariam pagamentos a partir de seus próprios recursos. “Nunca misturei o público e o privado”, garantiu.

As primeiras reações ao discurso aparentemente diminuíram a tensão em Brasília, onde a revelação envolvendo o titular do terceiro cargo mais importante na República dominou o cenário político desde a última sexta-feira. Guardando simultaneidade às revelações e desdobramentos da Operação Navalha, onde também se inclui o nome do presidente do Senado, a denúncia acabou gerando profundo desconforto em Brasília, onde os escândalos políticos paralisam as atividades do Congresso Nacional.

O corregedor do Senado, Romeu Tuma, disse que, apesar do discurso, será elaborado relatório sobre a questão e que a mesa diretora decidirá sobre seu envio ou não ao conselho de ética, cuja primeira reunião do ano ocorre amanhã. Os desdobramentos políticos em torno da explosiva denúncia deverão continuar ao longo da semana, definindo melhor o destino do presidente do Senado.

Cabe ressaltar o funcionamento das instituições democráticas do País. A liberdade de imprensa precisa ser preservada como pilar básico da democracia, assim como o funcionamento do parlamento. Nas democracias maduras, casos semelhantes ou ainda mais graves são tratados pelos canais competentes, como ocorre no momento. Como afirmaram parlamentares da oposição, minutos após o pronunciamento do presidente do Senado, é preciso aguardar o pleno esclarecimento e a comprovação definitiva dos documentos apresentados.

A contra-argumentação do senador sugere que a estratégia é colocar um rápido ponto final na questão, caso seja reconhecida a veracidade da defesa apresentada. Se isso ocorrer, o que parecia um escândalo de grande efeito político-institucional pode se restringir a um conjunto de precipitadas interpretações. Mas é cedo para conclusões. É preciso conferir os desdobramentos das apurações, para saber se tudo foi um grande engano ou mais um escândalo no centro do poder.

Comentário do Sindicato: Por muito menos o ACM teve que renunciar...e agora?


Fonte: A NOTÍCIA

 Outras Notícias

13/11/2018 - CENTRAIS SINDICAIS DEBATEM REFORMA DA PREVIDÊNCIA

13/11/2018 - BOLSONARO E O DESEMPREGO

13/11/2018 - CAIXA ECONÔMICA CONFIRMA QUE DECISÃO DO STF SOBRE FGTS NÃO GERA DIREITOS EM 2018

13/11/2018 - AUTÔNOMO TEM DE GANHAR O DOBRO DE TRABALHADOR CLT PARA MANTER PADRÃO

13/11/2018 - GOVERNO DE BOLSONARO VAI PROMOVER CORTE DE CARGOS EM BANCOS ESTATAIS

13/11/2018 - BANCO HSBC PLANEJA RETORNAR PARA O BRASIL

12/11/2018 - GRANDES BANCOS LUCRAM 12,7% MAIS NO 3º TRI E SINALIZAM MAIOR APETITE POR CRÉDITO

12/11/2018 - CAMPANHA JÁ SUPERA 2 MILHÕES DE ASSINATURAS CONTRA AUMENTO DE SALÁRIO DO STF

12/11/2018 - UM ANO DE VIGÊNCIA DA REFORMA TRABALHISTA, NÃO GEROU EMPREGO E PRECARIZOU TRABALHO

12/11/2018 - REFORMA TRABALHISTA FOI A MAIOR PROPAGANDA ENGANOSA DO GOVERNO TEMER

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2018 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.