BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

29/05/2007 - CENTRAIS SINDICAIS CRIAM UGT E...

convidam Lula para lançamento.

As centrais sindicais CGT (Central Geral dos Trabalhadores), SDS (Social Democracia Sindical) e CAT (Central Autônoma dos Trabalhadores), mais um grupo de sindicatos independentes, se uniram para criar a UGT (União Geral dos Trabalhadores) e, nesta segunda-feira, se encontraram com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o convidaram para o congresso de fundação da entidade.

O lançamento da central está marcado para o dia 19 de julho, em São Paulo e, de acordo com os sindicalistas, Lula teria conformado presença. A UGT aguarda a presença de 2.500 delegados no congresso de fundação.

Segundo o Ricardo Patah, presidente do Sindicato dos Comerciários de São Paulo, Lula "viu com bons olhos" a criação da nova central porque, segundo Patah, a entidade tem como objetivo discutir questões sociais, como a situação de trabalhadores que atualmente vivem na informalidade.

De acordo com Patah, indicado para ser o presidente da UGT, apenas na capital paulista há 120 mil comerciários trabalhando na informalidade.

Além de discutir questões de interesse dos trabalhadores, como reajustes salariais, a UGT quer discutir outros pontos como segurança, saneamento básico e reformas política e tributária.

"Os excluídos não são atendidos quando procuram os sindicatos e nós queremos dar guarida aos excluídos", afirmou Patah.

Questionado se a formação da nova central tem relação com a medida provisória que pretende regulamentar as centrais sindicais no país, Patah afirmou que a fundação da UGT não tem relação com possíveis mudanças determinados pela MP. "Não estamos unificando por conta do dinheiro [contribuição sindical partilhada entre as entidades].

Nem imaginávamos que fosse ter essa MP, mas, claro, vamos ter dinheiro".


Fonte: FOLHA ONLINE

 Outras Notícias

20/07/2018 - NEGOCIAÇÃO COM A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

19/07/2018 - REFORMA TRABALHISTA SEGUE PROPAGANDA ENGANOSA NO PAÍS SEM CARTEIRA ASSINADA

18/07/2018 - DIFERENÇA DE TARIFA ENTRE BANCOS CHEGA A 260%

18/07/2018 - DÍVIDA DE APOSENTADOS COM EMPRÉSTIMO SOBE R$ 39 MI POR DIA

18/07/2018 - ITAÚ CHEGA AO MERCADO DE MAQUININHAS DE CARTÃO

18/07/2018 - COMO USAR AS NOVAS REGRAS DO CHEQUE ESPECIAL PARA SAIR DO VERMELHO

18/07/2018 - PAGAMENTO DO 13º DE APOSENTADOS COMEÇA EM AGOSTO; VEJA O CALENDÁRIO DO INSS

17/07/2018 - SÓ SINDICALIZADOS PODEM RECEBER BENEFÍCIOS DE ACORDO COLETIVO

17/07/2018 - TRÊS INSTITUIÇÕES LIDERAM RANKING DE RECLAMAÇÕES CONTRA BANCOS

17/07/2018 - PAÍS DEIXA DE CRIAR 80% DAS VAGAS DE TRABALHO PREVISTAS

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2018 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.