BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

31/05/2007 - SALÁRIOS MAIORES...

Reajuste de 29% para Lula e parlamentares.

Sem alarde, senadores aprovam aumento retroativo a abril.

Agora é para valer. Sem alarde, o Senado aprovou ontem o aumento salarial de 29,81% nos salários dos deputados, senadores, do presidente da República, do vice e dos ministros. A aprovação foi simbólica e discreta. O reajuste, que será retroativo a 1º de abril, depende apenas da assinatura do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da publicação no Diário Oficial para entrar em vigor.

O projeto de decreto legislativo já havia sido votado pelos deputados e eleva os salários dos parlamentares de R$ 12.847,20 para R$ 16.512,09. O salário do presidente da República sobe de R$ 8.885,45 para 11.420,21. O vice-presidente e os ministros, que ganham hoje R$ 8.362,00, passam a receber R$ 10.748,43.

O reajuste é relativo à inflação de dezembro de 2002 – quando o último aumento foi concedido – a março deste ano, medida pelo Índice Geral de Preços ao Consumidor (IPCA).

Com essa votação, o Congresso quer pôr fim à polêmica do aumento salarial. Em dezembro do ano passado, os deputados tentaram reajustar os próprios salários em 91%, equiparando-os com o teto salarial do Poder Judiciário. Pressionados, eles recuaram e decidiram aplicar a correção da inflação.

Neste ano, o presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia (PT-SP), chegou a defender a equiparação do salário do presidente ao dos parlamentares. Neste caso, o aumento seria de 82%, mas Lula não quis.

O reajuste vai aumentar em 27,76% a despesa total com a remuneração dos parlamentares. Na Câmara, os gastos com os salários dos 513 deputados vão subir de R$ 102 milhões para R$ 130 milhões por ano. No Senado, essa mesma despesa saltará de R$ 15,4 milhões por ano para R$ 20 milhões, para remunerar os 81 integrantes da casa.

Comentário do Sindicato: Da mesma forma que os DEPUTADOS, SENADORES E O IN(COMPETENTE) PRESIDENTE DA REPÚBLICA tiveram um aumento de 29,81%, os bancários deverão buscar esse mesmo aumento. Ao contrário dos parlamentares e do Presidente, os trabalhadores que produzem riquezas ficam a margem desses aumentos... Está na hora de lutar e não ficar de braços cruzados. Se necessário, vamos à GREVE na data base!!!!


Fonte: A NOTÍCIA

 Outras Notícias

24/04/2019 - REFORMA DA PREVIDÊNCIA PASSA PELA 1ª VOTAÇÃO E SEGUE PARA COMISSÃO ESPECIAL

24/04/2019 - GOVERNO VAI REDUZIR QUANTIDADE DE ESTATAIS FINANCEIRAS EM 4 ANOS, DIZ SECRETÁRIO

23/04/2019 - OFICIAIS DO EXÉRCITO SÃO CONDENADOS...

23/04/2019 - PROJETO ELEVA ISENÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA PARA 5 SALÁRIOS MÍNIMOS

23/04/2019 - GOVERNO CEDE NA PREVIDÊNCIA

23/04/2019 - GOVERNO INCLUI CORREIOS EM PROGRAMA DE PRIVATIZAÇÃO DE ESTATAIS

23/04/2019 - CAIXA: DE INDUTORA DO DESENVOLVIMENTO À "PUXA FILA DA PRIVATIZAÇÃO"

22/04/2019 - SISTEMA DE REPARTIÇÃ0 ENTROU EM COLAPSO; CONDENA PRESIDENTE DO IPEA

22/04/2019 - NESTA TERÇA TEM REUNOÃO DA CONTEC COM A FENABAN SOBRE "SEGURANÇA BANCÁRIA"

22/04/2019 - REFORMA DA PREVIDÊNCIA NÃO GARANTE RETOMADA ECONÔMICA, SEGUNDO BLACKROCK

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2019 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.