BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

06/06/2007 - OPERAÇÃO XEQUE-MATE...

PF INDICIA IRMÃO DE LULA.

Na Índia, presidente elogia a investigação que resultou na prisão de 77 pessoas no País.

As suspeitas de corrupção contra um irmão e um compadre do presidente Luiz Inácio Lula da Silva surpreenderam ontem a oposição e ameaçam abrir outra frente de problemas para o governo. A Polícia Federal indiciou, pelos crimes de tráfico de influência e exploração de prestígio, Genival Inácio da Silva – o Vavá –, irmão mais velho do presidente. Dario Morelli Filho, compadre de Lula, foi preso pela Polícia Federal (PF) acusado de ligações com a máfia dos caça-níqueis, em um esquema de corrupção policial.

compadre

Dario Morelli Filho, pai de um afilhado de Lula, também foi detido pela PF em São Bernardo do Campo
As ações, que resultaram na prisão de 77 pessoas, fazem parte da Operação Xeque-mate, iniciada pela PF na segunda-feira. Lula defendeu os dois investigados e disse acreditar que são inocentes, mas ressaltou que cada um dos "190 milhões de brasileiros está submetido à Justiça”. O presidente soube do caso quando estava em Nova Délhi (Índia), onde realizava uma visita oficial, e disse que Genival Silva é “o melhor irmão” que ele tem.

Sobre Dario Filho, Lula disse que a verdade será conhecida quando a investigação chegar ao fim. “Aqueles que são inocentes serão inocentados, e aqueles que forem culpados serão punidos”, disse.

Lula expressou sua confiança na PF, que, na sua opinião, está “realizando um trabalho extraordinário” contra a corrupção.

Genival Silva é o mais velho dos 22 filhos que o trabalhador rural analfabeto Arístides da Silva teve com sua mulher, Eurídice, conhecida como “Dona Lindu”, e com a prima desta, Valdomira, chamada pela família de “Mocinha”.

Como seu irmão Lula, Vavá foi metalúrgico e sindicalista, e já está aposentado. Seu nome surgiu em meio às inúmeras denúncias de corrupção que foram feitas contra o governo em 2005. Vavá foi acusado na época de “tráfico de influência”, mas uma investigação sobre o caso, iniciada pelo Congresso, foi arquivada no ano passado sem que fosse comprovado algo contra ele.

A mesma oposição que há dois anos deu início a esta investigação reagiu ontem com cautela à possível relação de Vavá com o jogo ilegal. No entanto, deu a entender que pode reativar o caso. “Estamos impressionados. Nunca se viu nada tão deplorável na política”, afirmou o senador Arthur Virgílio (AM), chefe da bancada do PSDB no Senado. O líder do DEM na Câmara dos Deputados, Onyx Lorenzoni (RS), manifestou sua preocupação com o fato de que “a 'primeira família’ esteja sendo investigada”.

Lorenzoni acrescentou que o DEM analisará a possibilidade de pedir uma investigação parlamentar sobre o caso. Parentes de Lula saíram em defesa de Vavá e asseguraram que as acusações não têm fundamento. Os familiares afirmaram ainda que as buscas na residência de Genival em São Bernardo do Campo (SP) foram realizadas porque seu nome era citado em uma conversa gravada entre dois contraventores.

Os laços de Vavá

Genival Inácio da Silva, o Vavá, irmão do presidente Lula, teria sido citado num telefonema grampeado. A PF investiga um suposto pagamento feito por Nilton César Servo, considerado o chefe da máfia dos caça-níqueis no Brasil, a Vavá.

Servo também seria sócio de Dario Morelli Filho em uma casa de jogos na Baixada Santista. Preso pela PF e indiciado por corrupção ativa e formação de quadrilha, Dario tem amizade antiga com Vavá, segundo depoimento do próprio filho de Genival, Edson Inácio Marin da Silva, e também é amigo de Lula. Ontem, o presidente disse que é padrinho do filho de Morelli.

Em outubro de 2005, Vavá foi acusado de ter aberto um escritório em São Bernardo do Campo para intermediar demandas de empresários junto ao setor público.

Vavá confirmou que encaminhava pedidos de empresários, mas disse que não recebia nada por isso. Em nota, o Palácio do Planalto afirmou que Lula desconhecia as atividades do irmão e negou a existência de negócios intermediados por Vavá.

Vavá teria conseguido uma audiência com César Alvarez, assessor da Presidência, a pedido da Federação Brasileira de Hospitais, para renegociar dívida de R$ 580 milhões com a União. Alvarez afirmou que encontrou os membros da federação no mezanino do Palácio, mas que
não os recebeu.

Vavá também teria intermediado audiência do empresário Emídio Mendes, do Riviera Group, com o chefe de gabinete de Lula, Gilberto Carvalho. O Planalto disse que Carvalho teria tido breve conversa com Vavá e Mendes em pé, na porta de seu gabinete, pois a audiência não estava marcada. Mendes entregou proposta de parceria com a Petrobras.

Preso chefão dos caça-níqueis

Campo Grande (MS)

A Polícia Federal (PF) prendeu ontem o empresário e ex-deputado estadual do Paraná Nilton César Servo, considerado o chefe da chamada máfia dos caça-níqueis no Brasil.

Segundo a PF, Servo comanda cinco grupos diferentes de empresários de casas de bingo, donos de máquinas e reunia-se no Paraná sempre que o grupo agendava a distribuição de propinas.
Ele foi preso pelos agentes da PF em Uberaba, no Triângulo Mineiro, e transferido para Campo Grande (MS), onde responderá por crimes identificados pela Operação Xeque-mate, desencadeada em seis Estados.

O empresário é amigo do irmão mais velho do presidente Lula, Genival Inácio da Silva, mais conhecido como Vavá, conforme afirmou o advogado Milton Fernando Talzi, que representa o assessor técnico de diretoria da Companhia de Saneamento de Diadema (Saned) Dario Morelli Filho, acusado de ser dono de casas de bingo e máquinas de caça-níqueis na Baixada Santista (SP).

“O Nilton César e o Morelli são amigos, mas isso não quer dizer algo criminoso. O Morelli negou tudo em seu depoimento", destacou Milton.

Comentário do Sindicato: O interessante é que ninguém fêz nada, ninguém sabe de nada...Daqui a pouco vão dizer que a PF é que é culpada...Continuamos afirmando que, o Papa perdeu uma grande oportunidade em não ter canonizado tanta gente santa...


Fonte: A NOTÍCIA

 Outras Notícias

22/01/2018 - AUTOMAÇÃO VAI MUDAR A CARREIRA DE 16 MILHÕES DE BRASILEIROS ATÉ 2030

22/01/2018 - CONSELHO DA CAIXA PODERÁ DEMITIR EXECUTIVOS ; BC TERÁ QUE APROVAR DIRIGENTES

22/01/2018 - VICES AFASTADOS DA CAIXA DIZEM QUE PRESIDENTE ATENDIA A INTERESSES DO PP

22/01/2018 - A CAIXA É A PETROBRAS DO MDB

22/01/2018 - HOMEM BRANCO E RICO SE APOSENTA MAIS CEDO NO BRASIL

22/01/2018 - CÁRMEN LÚCIA SUSPENDE A POSSE DE CRISTIANE BRASIL NO MINISTÉRIO DO TRABALHO

18/01/2018 - PLANALTO DESMONTA ESTRUTURA QUE SERIA USADA EM POSSE DE CRISTIANE BRASIL

18/01/2018 - COM FILHA FORA DA LEI E DO GOVERNO, JEFFERSON PEDE O FIM DE JUSTIÇA DO TRABALHO

18/01/2018 - AUDITORIA ENCONTRA E-MAIL DE TEMER PEDINDO CARGO NA CAIXA

17/01/2018 - REVISÃO DE SÚMULA PELO TST DEIXA ANAMATRA EM ALERTA

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2018 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.