BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

13/06/2007 - TORPEDO NO BRASIL É UM DOS MAIS CAROS DA AL...

Cerca de 600 milhões de torpedos são enviados via celular no País mensalmente. Apesar do número aparentemente expressivo, o Brasil é o país onde menos se utiliza este tipo de comunicação dentre dez mercados latino-americanos. Além disso, o preço para enviar o torpedo é alto. Em média, US$ 0,18 (o equivalente quase a R$ 0,36) por mensagem, seis vezes mais caro do que na Argentina, por exemplo.

Os dados são de um levantamento realizado pela Claro. A operadora, que vinha cobrando R$ 0,36 por mensagem, resolveu baixar em 20% o custo do torpedo, para R$ 0,30. Apesar da diferença porcentual, em dólares o serviço sai a US$ 0,15 e deixa o País na mesma colocação no grupo de nações do mesmo continente. Para efeito de comparação, uma mensagem sai a R$ 0,08 no Peru e a US$ 0,06 na Colômbia.

O simples envio de mensagens por celular resulta num faturamento estimado ao redor de R$ 200 milhões ao ano, com base no preço médio de R$ 0,36.

Anualmente, as operadoras faturam perto de R$ 2,4 bilhões por ano com o envio de torpedos. O diretor da consultoria Teleco, Eduardo Tude, explica que a média de envios de torpedo no País é de seis mensagens por aparelho celular. Em alguns mercados mais maduros essa taxa chega a 70. Um dos motivos é justamente o preço alto.O diretor de serviços de valor agregado e roaming da Claro, Marco Quatorze, explica que a redução da tarifa elevará a quantidade de mensagens enviadas.

A empresa estima que o movimento de torpedos deverá crescer 25%. A empresa admite fazer novas reduções, desde que dentro de um ‘‘ponto de equilíbrio’’ entre o que o consumidor quer pagar e o que a Claro tenha de receita. Ele ressalta que as tarifas para o serviço, que era inicialmente gratuito, ficaram praticamente no mesmo nível nos últimos anos.

De forma geral, o público que mais utiliza o sistema é formado pelos jovens, explica o executivo. Pesquisas com clientes mostram que o usuário considera que mandar um torpedo pesa menos no bolso do que telefonar. Um outro levantamento mostrou que os usuários preferem não perder tempo com saudações e perguntas genéricas no telefonema do tipo ‘‘Como estão as coisas?’’, ‘‘Você está bem?’’, tomando tempo na ligação e iniciando conversas em hora inadequada. ‘‘Os motivos principais para o uso dos torpedos são o preço, a objetividade e a praticidade’’, comenta o executivo.


Fonte: FOLHA DE LONDRINA

 Outras Notícias

13/11/2018 - CENTRAIS SINDICAIS DEBATEM REFORMA DA PREVIDÊNCIA

13/11/2018 - BOLSONARO E O DESEMPREGO

13/11/2018 - CAIXA ECONÔMICA CONFIRMA QUE DECISÃO DO STF SOBRE FGTS NÃO GERA DIREITOS EM 2018

13/11/2018 - AUTÔNOMO TEM DE GANHAR O DOBRO DE TRABALHADOR CLT PARA MANTER PADRÃO

13/11/2018 - GOVERNO DE BOLSONARO VAI PROMOVER CORTE DE CARGOS EM BANCOS ESTATAIS

13/11/2018 - BANCO HSBC PLANEJA RETORNAR PARA O BRASIL

12/11/2018 - GRANDES BANCOS LUCRAM 12,7% MAIS NO 3º TRI E SINALIZAM MAIOR APETITE POR CRÉDITO

12/11/2018 - CAMPANHA JÁ SUPERA 2 MILHÕES DE ASSINATURAS CONTRA AUMENTO DE SALÁRIO DO STF

12/11/2018 - UM ANO DE VIGÊNCIA DA REFORMA TRABALHISTA, NÃO GEROU EMPREGO E PRECARIZOU TRABALHO

12/11/2018 - REFORMA TRABALHISTA FOI A MAIOR PROPAGANDA ENGANOSA DO GOVERNO TEMER

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2018 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.