BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

23/07/2007 - 100 MIL SOB O FOCO DO 'BBB'

Já está em vigor regra do BC que monitora de perto movimentação financeira de autoridades Cem mil pessoas estão sendo vigiadas de muito perto pelo sistema financeiro. São autoridades públicas, seus cônjuges e parentes diretos, que enfrentam o já apelidado BBB (Big Brother dos Bancos).

É que entrou em vigor a norma do Banco Central que obriga as instituições financeiras a acompanhar com lupa as operações bancárias de correntistas enquadrados no grupo das “pessoas politicamente expostas”.

São autoridades que, pelos cargos estratégicos que ocupam, devem ter suas movimentações financeiras permanentemente monitoradas. Por enquanto, mesmo com um universo tão grande de pessoas e com escândalos de corrupção envolvendo servidores públicos, segundo o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e a Controladoria-Geral da União (CGU), nesses primeiros dias de vigência da norma, nenhuma comunicação foi feita.

“O objetivo não é perseguir ninguém. Simplesmente os bancos terão que acompanhar mais de perto um grupo específico de pessoas e comunicar, como sempre, eventuais movimentações suspeitas”, destaca o presidente do Coaf, Antônio Gustavo Rodrigues. MINISTROS E DEPUTADOS A lista de autoridades monitoradas inclui os presidentes da República, da Câmara e do Senado, o procurador-geral da República, todos os parlamentares federais, ministros de Estado e seus assessores mais graduados, ministros dos tribunais superiores, governadores e prefeitos das capitais, entre outros.

Também entram nessa relação os familiares mais próximos, como mulher, marido e filhos. Embora a norma já tenha entrado em vigor, os órgãos envolvidos na execução — CGU, Coaf ou o próprio Banco Central — não sabem informar com precisão o número de pessoas sujeitas ao monitoramento especial. O cálculo de 100 mil baseia-se em estimativas preliminares da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), feitas a partir de discussões com representantes do governo federal.

Número será maior com novo cadastro O universo de “pessoas politicamente expostas” deverá crescer com a ampliação do cadastro. A norma do Banco Central determina que, além dos atuais ocupantes de altos cargos, as instituições financeiras também deverão vigiar as contas de pessoas que desempenharam tais funções nos últimos cinco anos.

Autoridades estrangeiras que tenham contas em bancos brasileiros estão incluídas.

O objetivo da norma, que faz parte da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla), é identificar e coibir movimentações financeiras eventualmente ligadas à corrupção no setor público. Esquemas de fraudes, muitas vezes, têm participação ou conivência nessa esfera. Qualquer movimentação suspeita deverá ser comunicada ao Coaf. É o caso, por exemplo, de saques ou depósitos fora do padrão da conta ou acima da capacidade econômico-financeira do titular.

De acordo com a Circular 3.339 do BC, que estabeleceu as regras, a abertura de contas de autoridades terá que passar pela autorização de um diretor ou vice-presidente do banco.


Fonte: O DIA

 Outras Notícias

14/12/2018 - CNT DEFENDE FIM DA JUSTIÇA DO TRABALHO E PEDE A BOLSONARO EXTINÇÃO DO TST

14/12/2018 - TEMPO UTILIZADO POR BANCÁRIA DO BRADESCO EM CURSOS DE TREINAMENTO SERÁ PAGO COMO HORAS EXTRAS

14/12/2018 - MINISTRO DO TRABALHO EM EXERCÍCIO É SUSPENSO APÓS OPERAÇÃO DA PF

13/12/2018 - UM TERÇO DOS TRABALHADORES EXERCE FUNÇÕES QUE ESTÃO AQUÉM DO SEU NÍVEL

13/12/2018 - LEI TRABALHISTA TEM QUE SE APROXIMAR DA INFORMALIDADE, DIZ BOLSONARO

13/12/2018 - PAULO GUEDES PÕE RELATOR DA NOVA LEI TRABALHISTA PARA TOCAR REFORMA DA PREVIDÊNCIA

12/12/2018 - ITAÚ É CONDENADO POR DISPOR DE VAGA DE GERENTE QUE AINDA NÃO HAVIA SIDO DEMITIDA

12/12/2018 - SANTANDER DEMITE BANCÁRIO QUE DEU A VIDA TODA PELO BANCO

11/12/2018 - BANCOS QUEREM REDUZIR LIMITE QUE CLIENTES PODEM SACAR EM DINHEIRO

11/12/2018 - NO BRASIL, MÃE RECEBE ATÉ 40% MENOS

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2018 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.