BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

24/07/2007 - EMPRESA PAGA R$ 6,8 MIL POR PROIBIR USO DO...

BANHEIRO.

A 53ª Vara do Trabalho de São Paulo condebou a TNL Contax a pagar R$ 6,8 mil por danos morais e litigância em má fé a uma funcionária impedida de ir ao banheiro. A decisão é da juíza Ivone de Souza Toniolo de Prado Queiroz.

Demitida em março de 2006, uma operadora de telemarketing que prestava serviços à empresa recorreu à Justiça pleiteando indenização por danos morais, em virtude de ter sido obrigada a cumprir um intervalo de apenas 5 minutos por jornada para fazer uso do banheiro.

A exemplo de outros empregados, ela era punida pela empresa quando ultrapassava este limite. Esse procedimento da empresa causou-lhe uma infecção urinária que, mesmo sob recomendação médica, não teve o intervalo dilatado.

Em sua defesa, a TNL Contax negou os fatos apontados. Para a juíza Ivone Queiroz, "o dano moral é tão inequívoco, tão notório e evidente, que dispensa maiores comentários, tamanha a perplexidade que causa".

No entendimento da juíza, "a empresa deve entender que seu 'colaborador' é uma criatura humana e, como tal, deve ser tratado não como máquina".

A Titular da 53ª Vara do Trabalho de São Paulo condenou a empresa a pagar, entre outras verbas rescisórias, uma indenização de R$ 4 mil por danos morais. A juíza Ivone Queiroz também considerou que, na tentativa de se defender, a empresa alterou a verdade negando fato cabalmente provado nos autos e arbitrou uma indenização de 20% do valor da condenação (R$ 2,8 mil) por litigância de má-fé.

A TNL Contax ainda pode recorrer da decisão.

Comentário do Sindicato: Recebemos denúncia que tem agência bancária na base do Sindicato fazendo o contrôle dos funcionários quanto ao uso do banheiro...É caso de polícia...Caso haja a comprovação, o Sindicato irá fazer denúncia ao Ministério Público do Trabalho.




Fonte: TERRA

 Outras Notícias

16/11/2018 - DESEMPREGO CAI PARA 11,9%, MAS AINDA ATINGE 12,5 MILHÕES DE BRASILEIROS

16/11/2018 - DESEMPREGO É MAIOR ENTRE NORDESTINOS, MULHERES E NEGROS, DIVULGA IBGE

14/11/2018 - LUCRO LÍQUIDO DO BANRISUL SOBE 31,6% NO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2018

14/11/2018 - GILMAR MENDES TRAVA PAGAMENTO DE AÇÕES NA JUSTIÇA DE PLANOS ECONÔMICOS

14/11/2018 - COMO O PT ‘APARELHOU’ O BANCO DO BRASIL

13/11/2018 - CENTRAIS SINDICAIS DEBATEM REFORMA DA PREVIDÊNCIA

13/11/2018 - BOLSONARO E O DESEMPREGO

13/11/2018 - CAIXA ECONÔMICA CONFIRMA QUE DECISÃO DO STF SOBRE FGTS NÃO GERA DIREITOS EM 2018

13/11/2018 - AUTÔNOMO TEM DE GANHAR O DOBRO DE TRABALHADOR CLT PARA MANTER PADRÃO

13/11/2018 - GOVERNO DE BOLSONARO VAI PROMOVER CORTE DE CARGOS EM BANCOS ESTATAIS

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2018 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.