BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

26/07/2007 - SEGUE IMPASSE SOBRE PAGAMENTO PELO BESC

Apesar da pressão do governo catarinense, o pagamento antecipado de R$ 210 milhões na negociação de incorporação do Besc pelo Banco do Brasil (BB) ainda segue indefinido. O Estado exige o repasse do valor no final de agosto, quando está prevista a assinatura da minuta do contrato de incorporação, como pagamento para a manutenção das contas do funcionalismo no Besc. O valor é o mesmo que foi oferecido pelo Bradesco no leilão realizado em dezembro e que teve o resultado suspenso pela Justiça.

O principal entrave é saber quem vai pagar a conta. Inicialmente, o governo estadual esperava que valor fosse pago no início das negociações pelo Tesouro Nacional – hipótese rechaçada pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, nas primeiras reuniões sobre o negócio. O repasse do dinheiro do Tesouro diretamente para o caixa do Estado seria considerado uma operação de crédito, que precisaria de autorização do Senado e da Assembléia Legislativa.

Agora, a aposta catarinense é de que o pagamento seja feito pelo BB na assinatura da minuta do contrato, prevista para o final de agosto. Dessa forma, o pagamento seria encarado como um “sinal”.

Essa expectativa foi esfriada na última reunião do grupo técnico do governo do Estado em Brasília. Na reunião do dia 17 de julho, a primeira com a presença do vice-presidente do BB, Aldo Mendes, os catarinenses ouviram da equipe jurídica da instituição que questões legais podem comprometer a antecipação do valor.

Juridicamente, o BB não poderia pagar para manter as contas no Besc antes de ser definitivamente proprietário do banco. Não é esse o entendimento do secretário de Coordenação e Articulação, Ivo Carminatti. “Quando o BB assinar a minuta entra no negócio e já pode fazer a antecipação”, defende.

Nova rodada de negociações será realizada hoje. “Vamos deixar essa situação resolvida”, acredita Carminatti. Frente às dificuldades para o acerto, uma terceira possibilidade foi colocada na mesa: o Besc fazer o pagamento dos R$ 210 milhões antes da incorporação, para manter as contas salário.


Fonte: A NOTÍCIA

 Outras Notícias

14/11/2018 - LUCRO LÍQUIDO DO BANRISUL SOBE 31,6% NO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2018

14/11/2018 - GILMAR MENDES TRAVA PAGAMENTO DE AÇÕES NA JUSTIÇA DE PLANOS ECONÔMICOS

14/11/2018 - COMO O PT ‘APARELHOU’ O BANCO DO BRASIL

13/11/2018 - CENTRAIS SINDICAIS DEBATEM REFORMA DA PREVIDÊNCIA

13/11/2018 - BOLSONARO E O DESEMPREGO

13/11/2018 - CAIXA ECONÔMICA CONFIRMA QUE DECISÃO DO STF SOBRE FGTS NÃO GERA DIREITOS EM 2018

13/11/2018 - AUTÔNOMO TEM DE GANHAR O DOBRO DE TRABALHADOR CLT PARA MANTER PADRÃO

13/11/2018 - GOVERNO DE BOLSONARO VAI PROMOVER CORTE DE CARGOS EM BANCOS ESTATAIS

13/11/2018 - BANCO HSBC PLANEJA RETORNAR PARA O BRASIL

12/11/2018 - GRANDES BANCOS LUCRAM 12,7% MAIS NO 3º TRI E SINALIZAM MAIOR APETITE POR CRÉDITO

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2018 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.