BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

12/01/2018 - DENÚNCIAS CONTRA TEMER PESARAM PARA REBAIXAMENTO DE NOTA DE CRÉDITO DO BRASIL , DIZ RODRIGO MAIA

Segundo presidente da Câmara, duas denúncias contra o presidente atrasaram a reforma da Previdência


 



 


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tentou retirar do Congresso Nacional o peso pelo rebaixamento do rating do Brasil, por parte da agência de classificação de risco S&P Global, nesta quinta-feira. A perspectiva da nota foi modificada de negativa para estável, passando de BB para BB-.


Maia atribuiu a mudança no rating às denúncias apresentadas pela ProcuradoriaGeral da União (PGR) contra o presidente Michel Temer ao longo do ano. "O que pesou foram duas denúncias que atrasaram a votação da [reforma da] Previdência.


De fato, o governo ficou fraco após as denúncias", afirmou ao Broadcast antes de ressaltar o papel da Câmara dos Deputados, presidida por ele. "A Câmara votou dezenas de projetos que ajudaram o Brasil a sair da recessão", complementou.


Maia evitou culpar a equipe econômica pelo resultado e procurou mostrar otimismo em relação às votações neste ano. "Agora não é hora de encontrar culpados e sim construir o caminho para votar as reformas", afirmou. O rebaixamento pela S&P era esperado nas últimas semanas, à medida que falharam as negociações no Congresso para aprovação da reforma da Previdência no final do ano passado.


Apesar de fugir do confronto, o presidente da Câmara criticou diretamente as declarações do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que responsabilizou o Congresso pela situação, segundo o blog do jornalista João Borges. "Resposta de um candidato, uma pena", disse Maia ao lembrar que o ministro cogita se lançar à Presidência da República pelo PSD.


"Deputados e senadores votaram dezenas de projetos fundamentais entre eles reforma trabalhista, terceirização e recuperação fiscal. Com os projetos aprovados pelo Congresso, a economia saiu da recessão, a taxa de juros chegou a 7% e a inflação ficou abaixo da meta. Continuamos nossos esforços a favor das reformas e do Brasil", argumenta Maia.



 





Fonte: ESTADÃO / FEEB PR

 Outras Notícias

17/07/2018 - ACORDO COLETIVO QUE GARANTE BENEFÍCIOS SOMENTE A QUEM CONTRIBUI COM SINDICATO

16/07/2018 - EM CUBA, GLEISI FAZ CAMPANHA PELA LIBERDADE DE LULA

16/07/2018 - SERVIDORES DOS CORREIOS VÃO PAGAR A CONTA POR NOVO ROMBO NO POSTALIS

16/07/2018 - CONSULTA À COTA DO PIS ESTÁ DISPONÍVEL NESTA SEGUNDA-FEIRA

16/07/2018 - RECEITA PAGA HOJE 2º LOTE DE RESTITUIÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA 2018

16/07/2018 - ‘NÃO HOUVE NENHUMA IRREGULARIDADE’, AFIRMA BANCO DO BRASIL

16/07/2018 - CORTE DE VAGAS DE TRABALHO CRESCE 600% NOS SINDICATOS APÓS FIM DE IMPOSTO

16/07/2018 - MÊS DE FÉRIAS! CONFIRA COMO FICA DIREITO AO DESCANSO APÓS REFORMA TRABALHISTA

16/07/2018 - RESULTADO DA NEGOCIAÇÃO COM O BANCO DO BRASIL

13/07/2018 - BANCOS NÃO ASSINAM PRÉ-ACORDO; DIA 2 DE AGOSTO TEM DISCUSSÃO SOBRE CLÁUSULAS ECONÔMICAS

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2018 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.