BRASIL: "ÚNICO PA͍S NO MUNDO ONDE O POVO QUE É ROUBADO
É O MESMO QUE DÁ PODER AO LADRÃO"
Ações Jurídicas
Artigos
Base Territorial
Convenções e Acordos Coletivos
Convênios
Denúncia contra Bancos
Diretoria
Esportes
Eventos
Fale conosco
Índices de Reajustes Salariais
Links
Localização / sede
Matérias
Notícias
Noticias jurídicas
Notícias RSS
Saúde
Segurança Bancária
Sindicalize-se
Untitled Document
NOTÍCIAS
Gerais
Jurídicas
RSS
Saúde
Segurança Bancária
 Notícias Gerais

Confira as últimas notícias Gerais :

22/02/2021 - INFLAÇÃO DOS POBRES FOI MAIS DE DUAS VEZES MAIOR QUE A DOS RICOS EM 2020

(Por Leonardo Sakamoto)



A inflação para os brasileiros de renda muito baixa (menos de R$ 1650,50 por domicílio por mês) foi maior do que a inflação dos que têm renda alta (mais de R$ 16.509,66) em 2020. Em números, 6,22% frente a 2,74%.

O cálculo, divulgado, nesta sexta (15), pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), acabou escondido em meio à tragédia da falta de oxigênio em hospitais de Manaus. O ano começa com pandemia, desemprego e inflação em alta, mas sem auxílio emergencial.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) segue afirmando que não irá prorrogar o benefício. A mortalidade causada pela pandemia, contudo, não dá sinais que vai arrefecer nos próximos meses. Tampouco a inflação.

Na média, o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), calculado pelo IBGE, fechou o ano em 4,52%.

"Como para as famílias mais pobres os gastos com alimentos, energia e gás comprometem 37% dos seus orçamentos, os reajustes acumulados de arroz (76%), feijão (45%), carnes (18%), leite (27%) e óleo de soja (104%), além das tarifas de energia (9,2%) e do gás de botijão (9,1%), contribuíram para uma alta inflacionária bem mais intensa que a observada no segmento mais rico, cujo peso destes itens nas despesas mensais é de 15%", afirma documento do Ipea.

Por outro lado, itens com grande peso nas famílias mais ricas subiram pouco no primeiro ano da pandemia, como mensalidades escolares (1,1%) e serviços médicos e hospitalares (1,8%). Ou caíram, como passagens aéreas (-17%), seguro de automóvel (-8%) e gasolina (-0,2%).

Já não bastasse o fim do auxílio emergencial, a alta nos preços que impactam mais os mais pobres e o recrudescimento da pandemia (que afeta mais quem tem menos acesso a hospitais com recursos), o ano começa com desemprego com viés de alta: 14,1 milhões e subindo, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) Contínua do IBGE.

A recuperação de vagas com carteira assinada tem sido rápida, como previsto. Contudo, há um exército de trabalhadores informais que está saindo da quarentena, procurando serviço e não encontra.

Com o fim do auxílio, economistas acreditam que a inflação vá ceder. Até porque as pessoas comprarão menos comida - sim, a inflação nos alimentos durante a pandemia também serve como indicador de que estamos longe de garantir dignidade a todos. E acreditam que, com a volta do crescimento econômico, desempregados serão absorvidos e informais se tornarão formais, paulatinamente.

O problema de cálculos como esse é que o tempo das planilhas é diferente do tempo das pessoas. Entre uma coisa e outra, há um intervalo em que milhões de brasileiros, sem auxílio emergencial e sem serviço, encontrarão preços mais altos para comida e aluguel.

Soma-se a isso que, devido à demora no processo de vacinação e a ausência de perspectiva para imunizar toda a população, o coronavírus continuará matando especialmente os trabalhadores pobres, que não fazem home office e precisam ir para a rua devido à ausência de auxílio emergencial. Em outras palavras, o colapso da falta de oxigênio pode ser o primeiro de muitos. (Fonte: UOL)




Fonte: UOL / FEEB PR

 Outras Notícias

05/03/2021 - MARÇO AZUL-MARINHO: PREVENÇÃO AO CÂNCER COLORRETAL

05/03/2021 - FERRAMENTA CONTRIBUIRÁ COM DEFESA DO BANCO DO BRASIL

05/03/2021 - BANCOS EM SP VÃO RESTRINGIR ATENDIMENTO A SITUAÇÕES INDISPENSÁVEIS; GRUPOS DE RISCO TÊM HORÁRIO ESPE

05/03/2021 - CONSELHEIROS DO BANCO DO BRASIL PEDEM PERMANÊNCIA DO PRESIDENTE, ANDRÉ BRANDÃO

05/03/2021 - JUIZ FEDERAL AUTORIZA SINDICATO A IMPORTAR VACINAS CONTRA COVID-19 SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA DA ANVISA

05/03/2021 - AMÉRICA LATINA REGISTRA PIOR ÍNDICE DE POBREZA EXTREMA EM 20 ANOS

05/03/2021 - NA PIOR DÉCADA DA HISTÓRIA, RENDA DOS BRASILEIROS ENCOLHE 5,5%

03/03/2021 - GUEDES FAZ LISTA PARA SUCESSÃO DE ANDRÉ BRANDÃO NO BB; VEJA OS COTADOS

03/03/2021 - SANTANDER NÃO QUER PAGAR HORAS EXTRAS EM FINAIS DE SEMANA E FERIADOS

03/03/2021 - APÓS IMPOSTO SOBRE BANCOS, EMPRÉSTIMO PODE FICAR MAIS CARO PREVEEM ANALISTAS

  Sindicalize-se
+ Detalhes  
  Eventos
FESTA DOS BANCÁRIOS...
+ Detalhes
Itajaí - SC | Rua José Ferreira da Silva, 48 - Cx. Postal 118 - Centro | Telefone: (47) 3348-6374 |||  By Vale da Web
Copyright © 2021 SEEBI. Todos os Direitos Reservados.